Demanda por Moeda e Armadilha da Liquidez

Aula 4 Demanda por Moeda e Armadilha de Liquidez

UnicampResumo:

Armadilha de Liquidez é processo identificado por Keynes, em situação depressiva, na qual o aumento da oferta de moeda não tem por consequência a queda da taxa de juros de mercado, mas sim provoca incremento na retenção de saldos monetários ociosos e/ou reservas bancárias. Considera-se, então, uma situação excepcional de preferência pela liquidez absoluta. Em condições normais, aumento da oferta de moeda resulta em aumento dos preços dos títulos financeiros, na medida em que os agentes econômicos procuram adquirir ativos e não permanecer com moeda, dado o custo de oportunidade de moeda não receber juros. A elevação dos preços (valores de mercado) de títulos prefixados provoca tendência de queda na taxa de juros efetiva no mercado financeiro.

Fonte: Frank Capra (1932) – American Madness [Loucura Americana]

7 thoughts on “Demanda por Moeda e Armadilha da Liquidez

  1. Fernando, a situação atual, insisto, tem mais a ver com o salvamento dos 3 bancos de derivativos propiciado pela feliz coincidência com o aumento de tamanho da economia mundial, verificado com o crescimento da economia chinesa a exigir expansão da liquidez.,
    Raciocínios nacionais/locais não são válidos para a economia global. A forma como é feita a expansão de liquidez é mais produto da arquitetura do Sistema Monetário Nacional, surgido de uma conjuntura de economias arrasadas ao fim da 2ª guerra mundial, exceção feita à economia americana, detentora de quase toda a riqueza do mundo, e que tornou-se o gestor do sistema por absoluta ausência de alternativas. Este fato torna possível resolver-se um problema doméstico com o atendimento de uma necessidade do Sistema Monetário Nacional. Infelizmente para o resto do mundo.
    Abraço,
    nicola.

    • Com um pequeno detalhe: o dólar emitido pelos EUA permanece como o padrão monetário hegemônico das transações internacionais, predominando ainda nas grandes reservas cambiais da China, Japão, Reino Unido, Brasil, Rússia, Estados Petroleiros, etc.
      No caso dos EUA, as decisões locais são cruciais para alterarem o contexto da economia mundial.
      att.

  2. Sim Fernando, a raposa está tomando conta do galinheiro desde 1946, não há galinha que sobreviva em outros galinheiros que não o dos EUAN, onde elas estão literalmente estourando de tanto comer. Um sistema que deveria ser provisório, não tem data para terminar. É de arrepiar.

  3. Fernando, porque a demanda por moeda é infinitamente elástica com relação a taxa de juros? Você poderia explicar? E qual “motivo da demanda por moeda” é elástico, é o motivo especulação?

    • Prezado Rafael,
      não se pode dizer que “a demanda por moeda é infinitamente elástica em relação à taxa de juros” sem especificar de que motivo para demanda por moeda está se falando. Por exemplo, a demanda por motivo transacional, relacionada a gastos rotineiros, é inelástica. Pode se elevar os juros, mas o padrão de gastos correntes não se altera. Já os motivos precaucional e especulativo relacionam com expectativas sobre variações da taxa de juros para “liberar a moeda retida”.
      Evidentemente, essa “moeda ociosa” (face às transações correntes do seu possuidor), caso esteja em depósito à vista, é um passivo bancário que lastrea a circulação monetária, seja via carteira de títulos, seja via carteira de crédito, do banco.
      att.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s