Um Sonho Intenso

Um Sonho Intenso

Um sonho intenso é o novo documentário de José Mariani, que dirigiu em 2006 o doc “O longo amanhecer – cinebiografia de Celso Furtado”.

Desta vez José Mariani traça um panorama da economia brasileira desde meados do século 20, com fantásticas imagens de arquivo e atuais e comentários de economistas e historiadores.

O cineasta José Mariani já realizara um documentário exemplar - ” O longo amanhecer-cine biografia de Celso Furtado” – menção honrosa no festival É tudo verdade, de 2007.

Como um tema tão árido como economia podia se transformar em um filme agradável, instigante e ao mesmo tempo muito claro e denso ?

Pois Mariani mostrou que é possível, sim, e volta à carga neste ano de  2014  com um novo documentário - “Um sonho intenso” – que retoma por um outro viés a temática do desenvolvimentismo, tônica do primeiro trabalho.

Continuar a ler

Tradição e Transformação do Documentário

Nanook the north espelho partido

Segundo João Moreira Salles, no Prefácio do livro de Sílvio Da-Rin, “Espelho Partido – Tradição e Transformação do Documentário” (Rio de Janeiro, Azougue Editorial, 2004), todo documentarista enfrenta dois grandes problemas:

  1. maneira como ele trata seus personagens – uma questão ética, isto é, os princípios que motivam, distorcem, disciplinam ou orientam o comportamento humano;
  2. modo como apresenta o tema para o espectador – uma questão epistemológica, ou seja, uma reflexão geral em torno da natureza, etapas e limites do conhecimento humano.

Todos os documentários conterão, necessariamente, essas duas dimensões. Será medido, em grande parte, pelas soluções específicas que o documentarista adotar.

Nenhum deveria esquecer da ética, pois as pessoas filmadas para um documentário continuarão a viver sua vida depois que o filme ficar pronto. A dimensão epistemológica justifica-se porque o documentário é uma representação do mundo e toda representação precisa justificar seus fundamentos.

Continuar a ler

Fitas do Ateísmo

Entrevistas realizadas pelo biólogo inglês Richard Dawkins com cientistas e filósofos, em que ele aborda o seu despertar para a descrença, impulsionado pelas idéias de Darwin, tecendo críticas aos religiosos. Forte defensor do movimento pró-ateísmo, Dawkins foi eleito pela revista inglesa Prospect como um dos três intelectuais mais importantes do mundo (ao lado de Umberto Eco e Noam Chomsky).

Richard é autor de diversas obras, dentre as quais: Deus Um delírio; Desvendando o Arco-íris; O Capelão do Diabo; O Gene Egoísta; A Escalada do Monte Improvável e A Grande História da Evolução.

Continuar a ler

Flash Crash: Dinheiro e Velocidade – Por Dentro da Caixa-Preta

Um thriller baseado em eventos reais que mostra o coração do mundo financeiro automatizado. Baseado em entrevistas com aqueles diretamente envolvidos e analisando dados de até um milissegundo, reconstrói o mais rápido e mais profundo mergulho do mercado acionário americano.

Veja maisQuants: Os Alquimistas de Wall Street

Historia da Descrença: Ateísmo

Obs: dica que peguei no site RCristo Tecnologia e Informação, onde  você encontrará novidades sobre tecnologia, informática, filosofia, ciências e atualidades.

Como a TV brasileira, nem a pública, não apresenta nenhum programa com esse tema – Ateísmo – vale ver o documentário dividido em 3 episódios produzido pela BBC, escrito e apresentado por Jonathan Miller.

Nessa serie, ele nos mostra os primeiros ateus e pensadores, que mesmo muitos pagando com suas próprias vidas, ousaram não acreditar em deus e dizer por quê. O que esses brilhantes e corajosos descrentes enfrentaram não foi à ira divina, mas sim os imperadores, reis, ditadores, líderes religiosos e suas igrejas, que temiam suas idéias, pois elas poderiam ser perigosas, para eles se manterem no poder. Atualmente, em países democráticos, as pessoas podem manifestar suas opiniões céticas a respeito de mitos, lendas e histórias sobrenaturais como as religiosas, sem sentirem as chamas ardentes da inquisição… Mas essas idéias libertadoras podem continuar sendo perigosas:

  1. para os que ainda tiram proveito das crenças alheias,
  2. para os fanáticos religiosos, ou
  3. para os que acreditam por inércia e cultura.

Continuar a ler

Vou Rifar Meu Coração

Revi, recentemente, o interessante semi-documentário (divulgado como fosse uma comédia de costumes), dirigido por Fernando Meirelles em 2001, Domésticas. Encantou-me a trilha sonora brega! Escute a playlist:

domesticas-poster01Domésticas, o Filme: Trilha Sonora

2001 (BMG Brasil: 74321859252)

Faixas:

1 Eu vou rifar meu coração – Lindomar Castilho (LetinhoLindomar Castilho)

2 Não se vá – Jane e Herondy  (Alain BarriereVrs. Thyna)

3 Domingo feliz – Angelo Máximo (Vrs. Rossini PintoD. BooneR. McQueen)

4 Eu não sou cachorro, não – Waldick Soriano (Waldick Soriano)

5 A namorada que sonhei – Nilton César  (Osmar Navarro)

6 Filho – Amado Batista (César AugustoMartinha)

7 Ama-me – Jane e Herondy (D. CabucheVrs. Martinha)

8 Você é tudo para mim – Angelo Máximo (CezarJean Pierre)

9 Você é doida demais – Lindomar Castilho (Ronaldo AdrianoLindomar Castilho)

10 Estrada do sol – Perla (PanzeriPilatPaceContiVrs. Tito)

11 Me deixe te esquecer – Gilliard (Elias Muniz)

12 Tenho – Sidney Magal (SandroAnderleVrs. Sidney Magal)

Continuar a ler

Money for Nothing: Inside The Federal Reserve

Principal evento dedicado à cultura do documentário na América Latina, É Tudo Verdade – 18º Festival Internacional de Documentários será apresentado em Campinas, na CPFL Cultura, nos dias 23, 24, 25, 27 e 28 de abril. A seleção em Campinas foi feita pelo criador e curador do Festival É Tudo Verdade, Amir Labaki, com a intenção de oferecer um panorama sintético das edições de São Paulo e Rio de Janeiro.

27/04 sábado

21h - O ESTADO DAS COISAS / THE STATE OF THINGS
Dinheiro à Toa: Dentro da Reserva Federal / Money For Nothing: Inside the Federal Reserve 
JIM BRUCE / EUA / USA / 107′ / Digital

Administradores, economistas, historiadores e investidores debruçam-se sobre o papel que o Federal Reserve (Fed), o banco central norte-americano, a instituição financeira mais poderosa do mundo, desempenhou no desencadeamento da crise global de 2008 – e analisam “a segunda perna do W”.

Veja: Money fo Nothing: Inside the Federal Reserve

MONEY FOR NOTHING: Inside the Federal Reserve is an independent, non-partisan documentary film that examines America’s central bank from the inside out – in a critical yet balanced way.

Veja o site oficial do filme: http://www.moneyfornothingthemovie.org

Continuar a ler

Documentários Brasileiros

Estou arquivando Documentários Brasileiros para estruturar um futuro Curso sobre “Estórias Brasileiras”. Por ora, apresento Documentários Completos encontrados no YouTube.

Dica: veja o Canal Filmes & Documentários no YouTube: http://www.youtube.com/user/documentariosfilmes1

O Petróleo Tem Que Ser Nosso (2009): A questão da soberania nacional sobre a exploração do pré-sal.

Continuar a ler

Armazem Memoria – Videoteca Virtual Brasil Ditadura Nunca Mais

VejaArmazem Memória: Videoteca Virtual Brasil Nunca Mais

Armazem MemóriaO Armazém Memória através da Videoteca Virtual busca agregar ao Centro de Referência Virtual Brasil Nunca Mais a memória dos registros em ví­deo dispersas em nosso paí­s, como parte importante nos processos de educação para a cidadania e para a cultura do NUNCA MAIS no Brasil. Um dos eixos da formação da sociedade se dá¡ pela troca de experiência entre as gerações e os registros reunidos em ví­deo cumprem o papel de facilitar este diálogo.

Os conteúdos dos 127 episódios reunidos sobre o perí­odo da ditadura militar, é fruto de pesquisa em vários catálogos produzidos por centros de documentação populares e entidades de direitos humanos, preservados em seus acervos espalhados pelo Brasil. Buscamos junto aos diretores e produtores a adesão ao projeto para que suas produções estejam acessíveis de forma universal, livre e gratuita através deste canal, fazendo com que o material disponí­vel entre nas salas de aula das escolas públicas e privadas, dos ensinos fundamental e médio, para que efetivamente possamos ter os valores dos direitos humanos e da democracia presentes na formação dos brasileiros.

Participe conosco desta construção pedagógica, divulgue a Videoteca Virtual Brasil Nunca Mais em suas redes e, fundamentalmente, leve-a às salas de aula.

VejaTempo de Resistência

Continuar a ler

Os Mestres do Dinheiro

“O dinheiro é uma nova forma de escravidão e diferente da velha simplesmente pelo fato de que é impessoal, ou seja, que não há relação humana entre o senhor e o escravo.” (Leon Tolstoy).

A rede de televisão BBC de Londres e The Open University prepararam um documentário em três partes que conecta a situação atual da economia mundial com as contribuições teóricas de Keynes, Hayek e Marx. Cada episódio da série intitulada “Mestres do Dinheiro” (Masters of Money) foi dedicada a um destes três grandes pensadores do capitalismo mundial.

O documentário é sobre a historia do dinheiro. Mostra todo o processo de construção do sistema monetário desde os tempos da Roma antiga até os dias atuais. Revela como os detentores de capital, os antigos ourives e atuais banqueiros, sempre quiseram ter o controle monetário, afim de ter maior controle sobre a população e até mesmo os governos. Como Amschel Bauer Mayer Rothschild disse em 1838: “Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação – e daí não me importa quem faz suas leis”…

Esta frase expressa que o controle financeiro era muito mais poderoso que o controle legislativo. A criação dos Bancos Centrais de vários países, como o Federal Reserve dos EUA, foi prioritariamente destinada a dar suporte ao sistema bancário. Eles atuam como emprestador em última instância, privatizando o lucro dessa ação e, posteriormente, socializando o prejuízo.

Apresenta provas da corrupção por trás das instituições reguladoras multilaterais, como o FMI, Banco Mundial, e nacionais, como os Bancos Centrais. Denuncia até assassinatos de todos os que se opõe as sua regras. Datado de 1996, este documentário expõe a liberalização da atuação dos bancos privados que levou à Crise Financeira Mundial  uma década após.

Confira o vídeo completo aqui na íntegra.

The Concise Routledge Encyclopedia of the Documentary Film

FERGUSON COLUMN

Amir Labaki é diretor-fundador do É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários. Em artigo (Valor-Eu&Fim-de-Semana, 08/03/13) dá uma dica fundamental para o apreciador de Documentários como ele, eu e nós.

“Não é preciso ser universitário, estudante ou especialista. Basta gostar de cinema para saudar a chegada às livrarias da “The Concise Routledge Encyclopedia of the Documentary Film“, editada pelo crítico britânico Ian Aitken (Routledge, 1.080 págs., US$ 275 na versão impressa e US$ 191,24 em e-book). A boa nova é que os documentários ganham finalmente seu primeiro livro de referência num único volume. A má é que, tratando-se de um resumo da edição original em três volumes lançada em 2006, desembarca nas estantes já algo defasada, com as filmografias parando quase uma década atrás.

Continuar a ler

Doc Br – 2011/2012 | Programação Completa – Retrospectiva de Documentários Brasileiros

newsamirlabakiNeste mês de março corrente, a CPFL Cultura, sediada em Campinas-SP, apresenta a retrospectiva de documentários brasileiros, Doc Br – 2011/2012, com curadoria de Amir Labaki, fundador e diretor do festival “É tudo Verdade”. Os documentários brasileiros vêm se firmando como uma das principais formas de manter viva a memória do país, ao levar para as telas a vida e a obra de personagens que marcaram época.

Esta mostra apresenta 12 trabalhos que estiveram no topo da lista da crítica e do público nos últimos dois anos. O ciclo será aberto com bate-papo entre Amir Labaki e a produtora e roteirista Daniela Capelato no dia 13 de março de 2013, às 19h, no auditório Umuarama, na CPFL Cultura.

Além da oportunidade de assistir aos documentários, o público poderá ainda – por meio de uma enquete no site – votar no que mais gostou e rever no último dia da mostra.

Doc Br 2011/2012 | Retrospectiva de Documentários Brasileiros
Curadoria: 
Amir Labaki
Auditório Umuarama/CPFL Cultura: 
Rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1.632, Chácara Primavera, Campinas
Entrada Gratuita, por ordem de chegada, uma hora antes de cada sessão
Informações: 19-3756-8000

Programação Completa

Continuar a ler