O Animal Social

the-social-animal

Robson Viturino (Valor, 17/06/14) resenha um livro de autoria de David Brooks a respeito de um campo multidisciplinar que desejo ler, pois se relaciona ao que escrevi no meu Memorial para Concurso de Professor-Titular.

“Na literatura americana existe um território híbrido – entre o jornalismo, a ciência e a autoajuda chique – de onde saem best-sellers aos montes. Volta e meia, os autores dessa categoria são criticados por simplificarem teorias científicas além da conta, com o intuito de fisgar o leitor. Abordagens originais e bem descritas são mais raras, mas às vezes também acontecem. Com o recém-lançado “O Animal Social”, o jornalista americano David Brooks é um desses poucos autores que conseguiram a proeza de transitar por essas áreas, extrair algo rico dessa combinação improvável e tornar-se um sucesso de vendas sem causar dores de estômago na academia.

Brooks, prestigiado colunista político do “New York Times” que volta e meia recorre à ciência para explicar o que ocorre em Washington, arriscou-se em outro campo não menos movediço: o inconsciente. A partir de uma série de estudos recentes de Neurociência, Economia Comportamental, Psicologia, Antropologia e Sociologia, seu livro revela porque esta parte pouco conhecida da mente humana é a grande força motora da nossa vida, sobrepondo-se ao consciente. “As partes inconscientes da mente não são vestígios primitivos que precisam ser conquistados para realizar decisões sábias, nem cavernas obscuras de ímpetos sexuais reprimidos”, diz Brooks. Em vez disso, é “onde a maioria das decisões e muitos dos atos mais impressionantes de pensamento acontecem”. Continuar a ler

Download Gratuito de Livros Clássicos de Ciências Humanas

Durkheim, Weber e MarxAcesso a obras clássicas com domínio público está deixando de ser desculpa para não estudar. A partir de dica do estimado seguidor Reinaldo Cristo, baixe os livros clássicos das Ciências Humanas abaixo.

Antes, para tirar maior proveito das leituras, valer ler:

A Arte de LerMortimer Adler em Pdf:

http://www7.zippyshare.com/v/43408099/file.html

Obs: O autor deste livro é o mesmo de um livro cuja leitura costumo recomendar a meus alunos:

http://fernandonogueiracosta.wordpress.com/2010/12/24/como-ler-livros-o-guia-classico-para-a-leitura-inteligente/

Biblioteca da Sabedoria Universal em pdf: Acervo de Livros sob Domínio Público

Na aba acima Favoritos encontram-se os seguintes links na categora Livros:

A Casa de Vidro: e-books para download

Lista desses livros de Arte, Literatura, Filosofia e Ciências Humanas em pdf: Biblioteca de Filosofia e Ciências Humanas

Obs: esses Torrents são complementares aos citados abaixo.

Ler Livros

http://livrandante.blogspot.com.br/

http://minhateca.com.br/burlinafilho/Biblioteca/Livros+Diversos.Epub

http://ebiblioteca.org/?/inicio/

http://ebook4expert.blogspot.com.br/?view=mosaic

http://ebookspdfs.org/download/ebooksclub-org

http://ebookspdfs.org/

http://gen.lib.rus.ec/

Continuar a ler

A Grande Degeneração – A Decadência do Mundo Ocidental

ARTS BOOK

Utilizo as duas séries de documentários baseadas em livros de Niall Ferguson – “Ascensão do Dinheiro” e “Civilização – Ocidente X Oriente” – como motivação para o debate com os alunos dos pontos de vista apresentados. Com belas imagens e roteiro ágil e sintético – cada um dos doze episódios dura 50 minutos -, o apresentador oferece outra grande virtude: são polêmicas certas hipóteses neoliberais defendidas por ele. Isto é o que me interessa exercitar com os alunos: a argumentação e a contra-argumentação para o posicionamento pessoal de cada qual.

Recentemente, Ferguson lançou novo ensaio – “A Grande Degeneração” – propício a provocar polêmica. Leia a resenha abaixo de Oscar Pilagallo (Valor, 18/07/13).

“Não é de agora que Niall Ferguson acredita que o Ocidente está selando seu destino rumo à decadência. A tese do historiador britânico havia sido apresentada em “Colosso“, quase dez anos atrás, quando o mundo ainda não dava sinais da crise que viria pela frente.

Naquele livro, Ferguson cobrava uma atuação decisiva dos Estados Unidos. O país deveria assumir de vez o papel de potência mundial e jogar o peso de sua influência em um projeto liberal para além de suas fronteiras. Como os americanos resistissem a arcar com os ônus de tal iniciativa, estava aberto o caminho para o que ele chamava de “a queda do império“.

Em “A Grande Degeneração“, Ferguson amplia o foco, mas mantém a perspectiva. O objeto é o mundo ocidental – não apenas os Estados Unidos. A crise econômica, que se arrasta desde 2008 e não dá sinais claros de quanto tempo irá durar, é o ponto de partida. O autor, porém, não está preocupado com as consequências materiais de curto prazo. Seu temor é que a Grande Depressão se transforme na Grande Degeneração.

Continuar a ler

O Sinal e o Ruído – Por que Tantas Previsões Falham e Outras Não

Nate Silver

Uma pequena notícia (FSP, 23/07/13) chamou-me a atenção: “Guru das previsões eleitorais nos EUA, Nate Silver anunciou que está se mudando do “New York Times”, jornal de maior prestígio do país, para o pioneiro canal de esportes ESPN. Silver será editor de um novo site, criado por ele, que vai mesclar análises estatísticas em esportes, cultura, economia e outros temas. A nova página se chamará FiveThirtyEight (538), mesmo nome do blog que o jornalista tinha no jornal – referência ao número de delegados que escolhem o presidente dos EUA. No novo emprego, Silver também fará análises políticas para a ABC News, empresa que, como a ESPN, é parte do grupo Disney.

“Estou feliz porque Nate tem um jeito único de misturar criatividade, jornalismo e estatística“, disse o presidente da rede, John Skipper. Segundo ele, o contrato de Silver será um acordo de “muitos anos”.

“Este é realmente o trabalho dos sonhos para mim. Quanto mais penso nele, mais animado eu fico”, disse Silver em uma entrevista.

A mudança foi vista como golpe no “New York Times“, que fez de tudo para mantê-lo.

No mesmo dia, li em outro jornal (Valor, 23/07/13) resenha de autoria de Adauri Antunes sobre um livro de Nate Silver que acabou de ser lançado no Brasil: “O Sinal e o Ruído – Por que Tantas Previsões Falham e Outras Não“, livro no qual discute a capacidade humana de fazer previsões. Reproduzo-a abaixo, para colocar esse livro na lista de “exame para eventual leitura”.

“Sou conhecido por usar dados e estatísticas para fazer previsões bem-sucedidas”, trata de afirmar na introdução. Em 13 capítulos, descreve, analisa e comenta casos conhecidos de sucesso e de erro de previsão, como os atentados do 11 de Setembro, a crise financeira global e as imprecisões do aquecimento global.

Continuar a ler

Os Anjos Bons da Nossa Natureza

Os Anjos Bons da Nossa Natureza

Rodrigo Petronio, escritor e professor, é autor de “Venho de um País Selvagem” (Topbooks), “Pedra de Luz” (A Girafa), entre outros. Escreveu resenha (Valor – Eu&Fim-de-Semana, 31/05/13) do livro “Os Anjos Bons da Nossa Natureza“, nova obra de Steven Pinker, um dos expoentes da chamada Psicologia Evolucionária, professor da Universidade de Harvard e considerado pela revista “Time” uma das cem personalidades mais influentes do mundo atual. Vamos editar sua resenha, sugerindo ler esse livro sobre o qual já tínhamos compartilhado uma matéria sobre sua edição norte-americana: Progresso na Geopolítica Mundial.

A violência diminuiu em termos absolutos ao longo da jornada milenar do Homo sapiens até os dias de hoje. Essa é a tese central de “Os Anjos Bons da Nossa Natureza“, nova obra de Steven Pinker. [Ei, leitores de artiguetes acadêmicos, tentem ler as 1.087 páginas dessa "literatura de aeroporto" (sic), talvez diminuam o esnobismo...]

Continuar a ler

Folha Explica a Folha

PREMIO FERNANDO PINI

Matías M. Molina é autor do livro “Os Melhores Jornais do Mundo“, em segunda edição. Escreveu instrutiva resenha sobre o livro “Folha Explica a Folha” (Ana Estela de Souza Pinto. Publifolha. 231 págs., R$ 19,90). Como sou assinante desse jornal desde a Campanha Diretas Já, no início dos anos 80, quando morava no Rio de Janeiro, interessou-me conhecer mais sua história, destacadamente, de suas mudanças editoriais.

Continuar a ler

Inverno do Mundo: Segundo Livro da Trilogia do Século

Eu já tinha lido o primeiro livro da Trilogia do Século, Queda dos Gigantes, então, quando vi que o segundo livro tinha sido lançado, Inverno do Mundo, no dia do meu aniversário (28/09/12), logo o comprei. O terceiro volume da trilogia tem o lançamento previsto para 2014 e dará continuidade à saga das cinco famílias – uma inglesa e uma galesa de classes antagônicas, uma alemã descendente de casamento de alemão com inglesa, uma russa, com um descendente emigrante para os Estados Unidos, e uma norte-americana de políticos democratas – durante o período da Guerra Fria. Tive, finalmente, a oportunidade de lê-lo (874 páginas) na semana Natal-Reveillon. Com a narrativa do cotidiano em países distintos, durante períodos conturbados da história, ele nos permite reflexões sobre a geopolítica, a luta de classes, o totalitarismo, enfim, a humanidade. A vida é dura!

Continuar a ler