Missão do Professor

Minha missão como professor não é transmitir informações, já que nesse papel sou incomparavelmente inferior à escrita. É necessário ensinar onde obter essas informações e como analisá-las.

O primeiro passo do ensino é sensibilizar o aluno para o objeto de estudo, depois o professor deve apresentar a teorização. Sem a teoria, apenas com a prática, não se adquire a capacidade analítica de compreender eventos que ocorrerão no futuro, após a formatura. Não há a divisão entre “ensino teórico” e “ensino prático”, mas sim entre ensino bom e mal ensino. A “cultura da empresa”, ou seja, a prática operacional de cada atividade é obtida em treinamento no trabalho.

Oriento o estudante no sentido de não buscar nos cursos transmissão de conhecimento novo, pois esta é a atribuição da pesquisa, mas sim a aprender a estudar o já conhecido. Ele necessita praticar diversos modos de raciocinar em determinadas áreas de conhecimento.

Neste sentido, saber significa “aprender a conhecer”; conhecer significa “ter noção”, ou seja, ter familiaridade com o já conhecido para, quando necessário, estudá-lo mais profundamente e/ou aplicá-lo; ensinar significa “dar a senha” de como conhecer, despertar a curiosidade intelectual e a consciência do estudante, para aprender a pensar por si próprio. Esta é a missão do professor.

Nessa missão, ao longo de minha carreira docente, como nunca tinha aprendido pedagogia, tive que enfrentar as naturais dificuldades experimentando métodos e pesquisando por contra própria “como dar aula”. Até que, pressionado pelo desafio de fazer prova didática em concurso para a Livre Docência, nos primórdios da internet, achei excelente orientação em A Berkeley Compendium of Suggestions for Teaching with Excellence by Barbara Gross Davis, Lynn Wood, Robert C. Wilson (Copyright 1983 by the Regents of the University of California, 186 páginas).

Fiz a tradução e um sumário de suas principais idéias, publicado antes no site www.eco.unicamp.br, que circulou bastante pela rede de informações. Muitos professores, inclusive de outras áreas, me enviaram mensagens solicitando o compêndio. Em última análise, ele trata de dicas dos melhores professores da University of California, em Berkeley, nos Estados Unidos, de “como ensinar”. Coloco link para acessá-lo: Berkeley Compendium of Suggestions for Teaching with Excellence

Este sumário será apresentado em uma série de posts, cada qual com determinado item da boa prática didática em busca pela excelência no ensino. Em outras palavras, em busca do prazer de ser reconhecido como bom professor.

2 thoughts on “Missão do Professor

  1. Caro professor,
    Acompanho seu blog quase que diariamente pelo amplo conteúdo (de extrema qualidade) que ele oferece em diversos campos. Estava à procura de reflexões suas a respeito da carreira de docente universitário, sobre os desafios para ingressar na carreira principalmente quando se é jovem. Me graduei em economia em 2015, estudei para a Anpec em 2016 e neste ano inicio mestrado em desenvolvimento na UFPR com o intuito de dar aulas ao final do curso, mas sempre me questiono sobre os riscos de, ao sair do mestrado, enfrentar limitações ligadas a pouca experiência (seja de mercado quanto “de vida”). Como é o ingresso na carreira universitária? Quais são os principais desafios para quem sai do mestrado e quer dar aulas de economia na universidade (privada ou publica)? Qual é a principal competência que um professor precisar ter e que o senhor recomendaria para ir buscando aprimorar desde já?
    Obrigado

    • Prezado Caique,
      a carreira docente exige titulações. Hoje, em concursos públicos de Universidades de excelência em ensino, apresentam-se praticamente só doutores. É possível ir se aprimorando em didática, inclusive para o caso de prova prática, dando aulas em Faculdades particulares apenas com o título de Mestrado.

      Publicações — “publish or perish” — passaram também a ser um requisito fundamental. No início de minha carreira, nos anos 80/90, em todos os anos eu apresentava artigos no Encontro da ANPEC. Depois de retornar à Universidade, quando já era Senior, optei para não enfrentar filas de anos nas publicações e só publicar de imediato via eletrônica ou livros, só aceitando publicações acadêmicas por convite.

      Competências exigidas para se destacar no mundo acadêmico resumem-se em gostar, sentir prazer e entusiasmo em ensinar, pesquisar, palestrar, dar entrevistas, publicar artigos, seja em jornais ou blogs, seja em revistas acadêmicas. Para ser um “formador de opiniões” respeitado e “deixar uma obra para a posteridade”, i.é, outras gerações, é necessário também publicar livros de autoria própria ou exclusiva. Possuir uma interpretação do Brasil, pelo menos em sua área de especialização, ou um vasto conhecimento teórico, ambos conhecimentos são atributos indispensáveis.

      Tudo isso exige também engajamento, vontade pessoal de construir uma Nação civilizada junto com outras pessoas, ou seja, espírito de equipe e não apenas um individualismo carrerista atroz. Em uma palavra, Política como a arte nobre da ação coletiva, visando o bem-comum, ou seja, o Bem-Estar Social.

      Tudo isso é para atingir o cargo máximo da carreira docente — Professor Titular — e, no caso de Universidade pública paulista de excelência ter seu salário cortado no que estiver acima do governador. O atual não reajusta o seu há quatro anos, fixando-o em R$ 21.600,00, para “ferrar com os marajás” (sic). Ele ambiciona se apresentar como mais um “caçador de marajás”, tal como o Collor. Por isso, seu salário de governador do Estado mais rico do País é o terceiro menor entre todas as Unidades Federativas…

      Desejo-lhe boa sorte e, principalmente, prazer com este vício de querer ensinar!

      Coloco-me à disposição no que puder lhe ajudar.
      Abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s