Entrevista da Maria da Conceição Tavares

“Na verdade, há conservadorismo popular. Não há nada de espantoso nisso, porque em sociedade de massas urbanizada não há como ter opção ideológica. Isso a Europa já havia descoberto a partir da década de 30. É preciso estar atento para não fazer discurso excessivamente ideológico, quando não é o caso. Trata-se de atender às carências, saber o que precisam, organizá-los. É tarefa pesada, e nós não vamos deixar de ter subproletariado nos próximos trinta anos. Nos próximos dez seguramente não, trinta para mim é longo prazo, eu já estou com 80. Esse é um dos pontos centrais”.

A lucidez da Professora é impressionante! Leiam entrevista publicada recentemente: Conceicao, Teoria & Debate 2010

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s