Teoria de Kalecki sobre Ciclos de Investimentos

17 Teoria dos ciclos de investimento elaborada por Kalecki

Resumo da aula:

Pode-se explicar o mecanismo causador das flutuações econômicas em termos da interação mútua dos dois principais determinantes que induzem o investimento: o efeito estimulante da rentabilidade maior e o efeito depressivo do crescimento da ociosidade da capacidade produtiva. O ciclo econômico, de acordo com Kalecki, é resultado das mudanças interrelacionadas (e defasadas): as encomendas de investimento; a acumulação bruta (efeito da produção de bens de investimento); e o volume do equipamento. A taxa de juros em longo prazo é que seria relevante no que diz respeito à determinação de decisão de longo prazo como é o investimento. Tendo em vista que ela não apresenta flutuações cíclicas pronunciadas, Kalecki a  releva, i.é, não a considera relevante no mecanismo do ciclo econômico. Esse autor, portanto, se insere na tradição que coloca como o fato fundamental sobre as flutuações cíclicas a flutuação característica na produção de instalações e equipamentos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s