Entrevista ao CAECO – Centro Acadêmico da Economia

Em reconhecimento da importância histórica do Instituto de Economia da UNICAMP no cenário nacional, o CAECO tomou a iniciativa de estimular o debate a respeito do período de reformas pelo qual passa. Concedi a entrevista abaixo, publicada no Jornal do CAECO online (Entrevista ao CAECO) e em sua versão impressa, para exprimir minha percepção pessoal a respeito das características e dos desafios de nossa Escola. As perguntas foram:

1)         Qual é a importância para o Brasil da ciência econômica nas Universidades?

2)         O que define, em termos epistemológicos e institucionais, determinada Escola de Economia?

3)         Qual é a Escola de Campinas?

4)         Qual é o papel da ANPEC e da CAPES e como elas influenciam o cotidiano no IE?

5)         Qual é a função da pós-graduação dentro do Instituto?

6)         Quais são as questões centrais desta reforma da pós-graduação no IE?

7)         Quais seriam as linhas gerais necessárias, epistemológicas e institucionais, para o IE, na próxima década, e qual seria o perfil desejado para seu pós-graduando?

Continue reading “Entrevista ao CAECO – Centro Acadêmico da Economia”

Mercado Ineficiente

Jargão profissional usado por quem não tem muito a dizer a não ser qualificar “as velhas condições (neoclássicas) para o mercado ficar perfeito”, eficiente é adjetivo pouco substantivo.  O “ar superior” quando se pronuncia “eficiente” está sendo tão abusado pelos arrogantes yuppies, nessa década, quanto aquele assumido, na década passada, quando se classificava de “competente” apenas aquele que parecia consigo mesmo. Afinal, qual é a condição de eficiência do mercado?

A Hipótese da Eficiência supõe que, através dos mercados de capitais, são engendradas as melhores estimativas possíveis, dada a informação disponível em economia de mercado dominada pela incerteza quanto ao futuro. Em outras palavras, o preço de mercado de alguma ação ou de qualquer outro ativo deverá corresponder ao seu “preço justo”, ou teoricamente fundamentado, se o mercado for “eficiente”.

Continue reading “Mercado Ineficiente”