Soprando no Vento

Bob Dylan termina a letra de Blowin´in the Wind respondendo à pergunta: “Quantas vezes um homem pode virar a cabeça fingindo que simplesmente não enxerga? A resposta, meu amigo, está soprando no vento”.

Consultores econômicos lutam para manter seus modelos à frente das condições econômicas em constante mudança. Durante os anos da Grande Depressão, quando certo colega o repreendeu por ter mudado seu posicionamento a respeito de qual seria melhor política econômica a ser adotada, Keynes deu-lhe a seguinte resposta: – “Quando os fatos mudam, mudo meu modo de pensar. E o senhor, o que faz?

Os ventos estão mudando de direção, historicamente, da direita para a esquerda. Quando o mercado de capitais internacional deixou de atender às necessidades de financiamento dos países emergentes, confundindo alhos com bugalhos, o pensamento de que o mercado sempre funcionava bem e a intervenção governamental causava mais males do que benefícios perdeu adeptos.

Continue reading “Soprando no Vento”