Mapa Eleitoral da Vitória de Dilma

Geralmente, a mídia mostra os Estados com a cor do vencedor (Vermelho para a Dilma e Azul para o Serra) e o percentual de cada qual, porém não mostra a diferença absoluta dos votos nos Estados com eleitorado com peso relevante. Quando se faz esse tipo de análise do Mapa Eleitoral se resume o resultado das eleições presidenciais de maneira bem mais expressiva do que as duas cores sobre o território nacional.

No Estado de maior colégio eleitoral, São Paulo, a diferença a favor do Serra foi de 1.846.036 votos; no segundo maior, Minas Gerais, a diferença a favor da Dilma (1.797.831) praticamente já compensou a votação na suposta base eleitoral do adversário.

No Rio Grande do Sul, Dilma quase empatou, pois a diferença a favor do Serra foi de apenas 119.588 votos. Somada às diferenças serristas em Santa Catarina (473.909) e Paraná (633.130), a Região Sul toda somou apenas 1.226.627 votos a favor de Serra. A diferença a favor da Dilma no Estado do Rio (1.710.111 votos) já superou em cerca de ½ milhão de votos aquela soma.

As diferenças de votos a favor da Dilma nos quatro Estados de maiores eleitorados no Nordeste ampliaram sua vitória em 9.146.751 votos: Bahia (2.788.495), Pernambuco (2.344.718), Ceará (2.325.841) e Maranhão (1.687.697). Os demais Estados do Brasil não têm diferenças significativas em número absolutos de votos, embora o Amazonas tenha dado diferença de 866.274 votos. Todos os outros ajudaram a somar mais dois milhões de votos aos 10.013.025 votos desses cinco Estados citados e alcançar os 12 milhões de votos em Dilma acima da votação em Serra!

Em síntese, Minas se contrapôs a São Paulo, Rio superou todo o Sul e o Nordeste foi só alegria!

PS: Depois, Eliano Jorge refez a conta, baseando-se no total das regiões, e deu mais números ao argumento no seguinte texto.

Pessoas descontentes com a eleição da petista Dilma Rousseff atribuíram aos eleitores da região Nordeste peso decisivo no resultado do segundo turno, neste domingo (31). Porém, os nordestinos apenas aumentaram a vantagem que a futura presidente obteve no resto do País. Considerando apenas Norte, Centro-Oeste, Sul e Sudeste, ela somou 1.873.507 votos a mais do que o tucano José Serra.

E, antes que novos discursos discriminatórios – canalizados contra o Nordeste na internet – se direcionem a outro alvo fácil, o Norte, vale destacar que Dilma também ganharia a eleição sem o saldo positivo de 1.033.802 votos com que os nortistas lhe agraciaram.

O Sudeste, idealizado pelos críticos de nordestinos e nortistas como bastião do PSDB, deu à petista 1.630.614 eleitores a mais do que seu adversário. Esta quantidade supera em 839.695 votos a soma das vantagens que Serra teve no Sul, 656.485, e no Centro-Oeste, 134.434.

Embora o candidato tucano tenha acumulado 1.846.036 votos a mais do que Dilma em São Paulo, ele perdeu no segundo e no terceiro maiores colégios eleitorais do País, Minas Gerais e Rio de Janeiro, respectivamente com saldo negativo de 1.797.831 e 1.710.186.

15 thoughts on “Mapa Eleitoral da Vitória de Dilma

  1. Fico feliz com o resultado. Isto mostra que o povo não é mais um povo dirigido. Mas ainda falta um pouco mais de acesso à informação ao povo.

    • Concordo, mas esse processo educacional é longo. Envolve desde melhoria da qualidade da educação formal até experiências de participação em debates públicos como os da Campanha das Diretas Já, do Impeachment do Collor, do segundo turno de 1989, 2006 e 2010. Enfim, ensino e prática levam às escolhas democráticas. Por exemplo, o “povão” mais sofrido votou maciçamente na continuidade do projeto que lhe beneficiou!
      Att.

      • REALMENTE O PROCESSO É LONGO… MAS O QUE ME DEIXA MAIS ESPERANÇOSO É QUE O POVO ESTÁ ACORDANDO E ESTÁ TENDO MAIS OPÇÃO PARA Q ESSE FUTURO CHEGUE MAI CEDO!!!

  2. Ontem a maioria da população brasileira escolheu crescimento econômico com distribuição de renda e consumo de massa.
    E São Paulo, que já se pretendeu locomotiva, hoje vai descarrilando e perdendo o bonde da história.

    • Concordo com a primeira frase. Mas não podemos cair na parcialidade do Mapa Eleitoral colorido que expressa quem ganhou, mas não quantos votos foram para o adversário. A resistência da militância petista no Rio Grande do Sul, em São Paulo e mesmo com o “empate” em Belo Horizonte foi muito importante, pois praticamente garantiu a vitória já com a votação no Sul e no Sudeste. A votação no Nordeste coroou a hegemonia do projeto de crescimento econômico com distribuição de renda!
      Abraço.

  3. Tenho comigo que quando o PT assumiu o governo, a economia dava sinais de estabilização com o controle da inflação. Fato este que não podemos menosprezar. A pergunta que temos de fazer e refletir é quem paga a conta com a redistribuição da renda? O que o atual governo tem feito para dimunir o número daqueles que se utilizam , dos projetos benefícientes? É bom para o povo e para o país que um governo se perpetue no poder?

    • Prezado Telêmaco,
      Você se engana quanto à primeira frase: com o choque cambial em 2002, a taxa de inflação disparou e, em maio de 2003, era 17,5% acumulada nos 12 meses anteriores.
      Quando a economia cresce com maior produtividade a redistribuição de renda não é “disputa por cobertor curto”. Todos podem se beneficiar do multiplicador de renda. Acostumou-se, no Brasil, por causa das “duas décadas perdidas” com estagflação, a se raciocinar com o “ceteris paribus”, isto é, renda dada. Deixou de ser o caso.
      Com o multiplicador de empregos se gerou 15 milhões de novas ocupações, inclusive na construção civil, que criaram oportunidades para aqueles que se beneficiavam da bolsa-família, tanto que mais de 2 milhões de pessoas deixaram de a receber por a renda per capita familiar ter ultrapassado o nível exigido para a concessão.
      A beleza da democracia é que o povo decide até quando determinada linha de governo irá sendo aprovada pelas urnas. Não se engane, novos pessoas assumirão o governo, inclusive em função de rearranjo na coalizão político-partidária.
      Att.

  4. Como fiquei feliz com a vitória da Dilma ! Como reconheço a turma do sudeste que apoiou Dilma,assim como do sul.Mas fiquei hilariante com a vitória ter saído do nordeste, o que prova que povo que é reconhecido pelo governante dá-lhe o retorno imediatamente.O nordeste cansou dos caciques do sudeste que quase nada faziam por nós e ainda havia aquela indústria da seca que os enriquecia aliados a caciques daquí do norte que hoje estão quase todos mortos.A direita não tem mais onde se apoiar no nordeste e está fadada ao seu final,haja vista que,no sudeste tem gente lutando por nós, aliados a gente progressista daqui.Agora seremos 1 só Brasil !

    • Prezada Jacira,
      concordo inteiramente contigo: a vitória é resultado do conjunto de forças progressistas de todo o Brasil!
      Assisti há pouco a entrevista do José Dirceu, no Roda Viva, onde o editor da Veja, esta revista da direita, queria desmerecer a vitória dizendo de maneira desrespeitosa com a democracia: “quem é Dilma”?!
      Na verdade, os elitistas não conhecem nem a Dilma, nem o Brasil! Por isso estão sendo derrotados nas urnas…
      Reconhecer a importância fundamental do Lula na eleição não significa dizer que sozinho ele ganharia a eleição. Lula sabe muito bem – e reconhece publicamente isto – que a militância dos petistas, nas ruas, nas igrejas, na blogosfera, e em todas as frentes do debate político é fundamental no Brasil todo!
      Abraço.

  5. eu acredito que qem conhece dilma,e apenas os gauchos.que apesar de votarem no pt,não deram a vitoria para Dilma.por que sera?

    • Prezado Telmo,
      que raciocínio mais equivocado… Quem conhece Dilma?! Onde você esteve nos últimos 8 anos? Leu jornais?
      Apenas os gaúchos?! Você não leu nada sobre sua militância política e os cargos importantes que ocupou?
      Bem, eu a conheci sendo seu professor. E atesto que ela conhece política muito mais do que você transparece que conhece…
      Att.

    • Prezado Bertagna,
      esse episódio (http://www.viomundo.com.br/tv/a-elite-educada.html) foi o mais lamentável possível, verdadeiramente fascista, propondo genocídio étnico!
      A direita não só é ignorante, porque nem sabe analisar a realidade brasileira com base em dados, como também é violenta, pois é nutrida com preconceitos. Pior, ameaçada em seus valores, seu conservadorismo se acentua.
      Acho que a OAB-PE fez bem em abrir ação penal contra esses criminosos – Mayara Petruso (estudante de Direito, sic) e seguidores – que deixaram muitos rastros. É necessário punir, exemplarmente, para isso não se repetir.
      Att.

      • CARO CIDADÃO FERNANDO NOGUEIRA DA COSTA, FAÇO MINHA AS SUAS PALAVRAS, PERCEBO Q NÃO SOMENTE DE SABEDORIA MAS TAMBÉM DE DIGNIDADE E NOBREZA, EM RECONHECER DE QUEM ESSE PAÍS MAIS CARECE, E SÓ UM IGNORANTE NÃO RECONHECE EM SUAS PALAVRAS COMO SEUS COMENTÁRIOS SÃO RICOS EM VERDADES, VERDADES ESSAS Q FALTAM MUITO NA VIDA DE NÓS CIDADÃOS Q ACHAMOS MAIS FÁCIL IGNORAR A MISÉRIA EXISTENCIAL Q ESBANJA A NOSSA NAÇÃO DO Q ACREDITAR NO POTENCIAL DE NOSSA NAÇÃO PARA SUPERAR ESSE FARDO PESADO!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s