Finanças Comportamentais

Aula 6 Finanças Comportamentais

Resumo da aula:

Nas últimas duas décadas, os psicólogos comportamentais descobriram dois fatos muito importantes para as teorias financeiras:

  1. as emoções que determinam a tomada de risco dos investidores são a esperança e o medo, e
  2. apesar de errar ser humano, os praticantes de finanças (investidores, analistas, gestores, etc.) cometem os mesmos erros, repetidamente.

Assessores financeiros precisam conhecer o impacto da psicologia humana nas decisões financeiras, para que sejam mais eficientes na alocação dos recursos  de seus clientes. Os principais fenômenos psicológicos influentes nas finanças são:

  1. Viés heurístico: os  investidores baseiam suas decisões em regras de bolso, cuja maioria é inconsistente, o que faz com que tenham  crenças  enviesadas.
  2. Dependência da forma: os investidores têm sua percepção sobre o risco e o retorno de investimento bastante influenciada pela forma como o problema é apresentado.
  3. Ineficiência do mercado: vieses heurísticos e dependência da forma desviam os preços de seus fundamentos, não sendo apenas pequenas anomalias randômicas com efeitos mínimos e não permanentes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s