Sites para Controle das Finanças Pessoais

Mariana Schreiber (Folha de S. Paulo, 24/01/11) mostra que os antigos sistemas de organização financeira, via cadernos e planilhas de Excel, ganharam novos concorrentes que prometem facilitar a árida tarefa de controlar quanto entra e sai do bolso. São sites para controle de Finanças Pessoais que surgiram, no Brasil, na esteira do sucesso do americano Mint. Aqui, há ao menos 15 opções de sites e ferramentas que podem ser baixadas na internet, segundo levantamento de Conrado Navarro, sócio da empresa de educação financeira Dinheirama. A pedido da Folha, ele avaliou cinco deles (veja quadro acima).

A maioria dos sites de controle financeiro oferece versões gratuitas e pagas com custo mensal, geralmente, a partir de R$ 10. O funcionamento básico consiste em registrar as receitas e gastos e classificá-los por categorias como alimentação, transporte e moradia. O objetivo é ter diagnóstico das finanças, identificando os itens em que há maior concentração de despesas e espaço para cortes.

Com a regularidade do uso da ferramenta, também é possível gerar relatórios apontando a evolução dos gastos e receitas mês a mês. Outras funcionalidades comuns são o alerta de vencimento de contas por e-mail e a criação de metas de receitas e despesas por categoria. Assim, se o usuário estipula certo limite de gasto de R$ 500 em lazer no mês, será avisado quando atingir o valor.

Mas o grande desafio para aumentar o interesse pelas ferramentas é automatizar o lançamento das operações. Nos EUA, o Mint conseguiu integrar seu sistema com os dos bancos, possibilitando que os dados dos extratos bancários sejam importados automaticamente. Nenhum site brasileiro conseguiu isso ainda. O que o usuário pode fazer é exportar o extrato do seu banco, salvar no computador e importar para o site, caso os arquivos sejam compatíveis.

Depois de realizar a importação, o usuário pode categorizar os gastos e receitas. Sites como Manubia, Organizze e Contas On-Line permitem criar filtros para automatizar os lançamentos. Se no extrato do usuário vem todo mês a conta de luz ou se ele almoça com frequência no mesmo lugar, ele define previamente que, sempre que determinado nome aparecer no extrato, deve entrar em categoria pré-definida.

Apesar de dar algum trabalho, principalmente no início, essa organização financeira, seja em site, seja em papel ou planilha, é fundamental. A maioria das famílias brasileiras está sem excedente ou em dívida. Isso acontece muitas vezes porque não têm a exata noção de quanto recebem e gastam. Com organização é possível controlar gastos e, quem sabe, passar a investir.

A troca das planilhas de Excel, por exemplo, pela versão gratuita do gBolso, exige apenas concentrar os gastos no cartão, juntar os canhotos e, toda semana, lançar as informações no site. Perde-se apenas dez minutos…

 

1 thought on “Sites para Controle das Finanças Pessoais

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s