200.000 Visitas!

Não fiquei indiferente ao número de 200.000 visitas, muito pelo contrário, amei o blog ter alcançado tal audiência em um ano e quatro meses de existência! É pouco? Comparado com blogs comerciais e/ou de celebridades, provavelmente é insignificante. Mas comparado, por exemplo, com a tiragem de meus livros (esgotados), 2.000 exemplares cada, é muito mais expressivo. O blog “fala” para público muito maior que o universitário e mais amplo em termos de abrangência geográfica. Como sei disso? Em 1.360 Posts foram recebidos 711 Comentários.

Outro parâmetro para comparação: o Blog Fernando Nogueira da Costa possui, atualmente, 48 subscritores ativos, enquanto uma turma de Graduação no IE-UNICAMP possui no máximo 35 alunos. Esses seguidores recebem notificações sobre tudo que é postado no Blog.

Quando ligo o iMac por volta das 8:00 costumam estar registradas pouco mais de 100 visitas às quais se somam mais 1.000 durante os dias úteis, caindo para a metade principalmente no sábado. Não é dia consagrado à web.

Qual é o sentido em se dedicar, diariamente, a um blog? Caminho se faz ao caminhar. Descobri aos poucos.

Primeiro, ele me dá o prazer de conhecer. Continua me motivando a experimentar o sabor de saber. Incentiva-me a descobrir coisas novas, inéditas para mim, principalmente em áreas fora de minha especialização profissional. Particularmente, apreciar, admirar a arte e a cultura dos outros é prazer individual e intransferível.

Segundo, o blog permite reverter a tendência apontada em O Declínio do Homem Público: As Tiranias da Intimidade. Com já disse, em I Encontro Nacional de Blogueiros de Economia, “o debate virtual entre blogs é o avanço da sociabilidade no qual se torna significativo unir-se a outras pessoas sem a compulsão de conhecê-las intimamente. Blogs produzem interação social entre pessoas que, embora não se conheçam intimamente, tem interesses comuns. Na rede social virtual, há a impessoalidade que caracteriza a vida pública, diferentemente da vida privada. A impessoalidade dos blogs é refúgio contra a tirania da intimidade implantada nos miniblogs. Portanto, blogueiro escrevendo apenas para audiência composta de ‘amigos’ não é eficaz, politicamente, porque não cataliza nenhuma ação coletiva”.

Terceiro, outra descoberta foi que, mais do que caráter de Diário, a postagem para mim evita a perda da memória, ou melhor, ajuda a recuperar a memória pessoal sobre episódios, fatos, lugares, instituições, pessoas, filmes, livros, músicas, antes esquecidos lá no fundo da mente… ou coração? Esse resgate do passado (auto-biográfico) tornou-se importante para eu seguir adiante.

Quarto, o Blog FNC tornou-se meu banco de dados e informações. Acho nele o que geralmente necessito com mais facilidade do que no HD do meu Mac. É um critério de seleção da postagem: tudo que li (vi ou escutei) e vale a pena guardar e/ou compartilhar com alguém que porventura também se interessar por aquilo. A surpresa agradável é tem sido visitado por muita gente com interesses comuns!

PS: para comemorar a audiência, deixei de pensar só no conteúdo, para fazer algumas pequenas alterações em sua forma. Reordenei a coluna da direita de maneira mais lógica. Depois de muito tempo, na base da tentativa-e-erro, descobri a maneira de colocar no final da coluna o link para retornar ao INÍCIO (Home), o que facilita a navegação. É facílimo, mas sou amador e auto-didata com certas limitações cognitivas. O que me deu mais trabalho foi reclassificar inúmeros posts de acordo com Categorias e Tags (“nuvem” na coluna à direita) para facilitar a pesquisa em seus 1.360 posts. Não sei se os seguidores perceberam, mas criei o tag Texto Acadêmico para designar artigos com teor mais conceitual e a categoria Futebol,  um dos meus prazeres em viver. Por fim, e não menos importante, pelo contrário: coloquei o link do FLICKR PHOTOS.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s