Movimento das Commodities em Reais

Sergio Lamucci (Valor, 15/08/2011) mostra que, com a nova rodada de turbulência internacional, os analistas passaram a acompanhar ainda mais de perto o movimento das commodities em reais. Em ambiente de menor crescimento global e incerteza no mercado financeiro, as cotações dos produtos primários tendem a cair, e o real a sofrer alguma depreciação. Para que o efeito sobre a inflação seja benigno, a queda das commodities precisa superar a alta do dólar.

 

Continue reading “Movimento das Commodities em Reais”

Valorização das Commodities X Câmbio

Gerson Freitas Jr. (Valor, 17/08/2011) mostra que a apreciação da moeda nacional praticamente anulou a alta das commodities agrícolas no mercado internacional ao longo da última década. Segundo levantamento elaborado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq), os preços em reais dos produtos exportados pelo agronegócio brasileiro – o que o Cepea chama de índice de atratividade – subiram apenas 5% de 2000 até o primeiro semestre de 2011, enquanto os preços em dólares aumentaram 128,3%. Nesse período, o real acumulou apreciação de 54%.

Continue reading “Valorização das Commodities X Câmbio”