O Anticristo de Lars Von Triers (Prólogo)

Este é o prólogo do Anticristo de Lars Von Trier, um dos filmes mais polêmicos dos últimos anos. Abaixo do vídeo, no YouTube, segue texto de um filósofo da Nova Direita, Luís Felipe Pondé, defendendo  que “o mundo pode ser um roteiro de horror”. Talvez, pode até ser, mas não necessita viver a custa de destacar apenas o que há de pior no mundo e nunca salientar o que há de melhor, né?

Melancolia: O Filme, O Livro, A Música

Segundo a Wikipedia, Melancolia (do grego μελαγχολία – melagcholía; de μέλας – mélas, “negro” e χολή – cholé, “bílis”) é um estado psíquico de depressão sem causa específica. Se caracteriza pela falta de entusiasmo e predisposição para atividades em geral. Quem nunca teve?

Entretanto, Melancolia é um dos sintomas de Depressão Maior. A duração do estado depressivo deve ser superior a dois anos, afetando as funções básicas do dia-a-dia de forma considerável.

Segundo Freud, a melancolia se assemelhava ao processo do luto, mas sem haver necessariamente uma perda, senão uma perda narcisista. Pessoas com seus sintomas falam de si próprias como “inúteis”, “incapazes de amar”, “incapazes de fazer algo bem, ou de bom para os outros”, sendo “irritantes” e com “hábitos chatos”.

Isso é verdade! Já vivi isso! Quando a gente está chato, ninguém nos aguenta, nem nós mesmos! Quando a gente está feliz, todo o mundo nos quer! Infelizmente, quando estamos melancólicos é que, de fato, necessitamos mais de apoio…

Então, por força de hábito, tentamos nos afastar da Melancolia. Se ela se aproximar, toda a terra explodirá, melancolicamente.

Continue reading “Melancolia: O Filme, O Livro, A Música”