Correntes Antagônicas no Pensamento Econômico Brasileiro

Sob diferentes rótulos – de papelistas versus metalistas a neonacionalistas versus neoliberais, passando por desenvolvimentistas versus monetaristas –, trava-se debate ideológico no Brasil, desde meados do século XIX, a respeito da formulação adequada da política econômica.
Para os monetaristas, inclusive seus antecedentes e descendentes, é necessário sempre “fazer o dever de casa”, isto é, seguir as teorias e as regras de condutas impostas de fora para dentro. Para os desenvolvimentistas, é necessário buscar autonomia na formulação de teoria aplicada à realidade brasileira e da política econômica nacional.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s