Bolha Imobiliária e Carência Habitacional na China

Giovani Damiano nos enviou vídeo interessante para se ver e debater a respeito de existência (ou não) de bolha imobiliária na China. Há demanda potencial para os inúmeros prédios habitacionais já construídos, porém o documentário jornalístico norte-americano (com seu viés neoliberal) busca mostrar que lá, como ocorreu nos EUA, inflou-se uma “bolha imobiliária”.

A diferença é que nos EUA os preços subiram (e depois da explosão da bolha caíram) em função do excesso de concessões de créditos habitacionais com má avaliação de risco, que o originador empacotava e vendia (“securitizava”), para investidores alhures, não se responsabilizando pelo default. Os moradores foram despejados e os imóveis depredados. Na China, os yuppies de Pequim investem em imóveis, mas os operários imigrantes do campo, que os constroem, não recebem nem renda nem crédito suficiente para compra-los. Permanecem vazios.

Espera-se que a polarização social, gerada por esse conflito de interesses, seja enfrentada pelo PCC. Cabe ao SOREX (Socialismo Realmente Existente) adotar a ideia que salário é tanto custo quanto demanda.

Enquanto essa mudança mais estrutural não ocorre, a China corta a taxa de depósito compulsório dos bancos do país – quantidade de dinheiro que as instituições devem reservar – pela terceira vez em cerca de cinco meses para injetar dinheiro no sistema financeiro e apoiar empréstimos. A ação de política econômica de curto prazo foi tomada depois que dados recentes mostraram que a desaceleração econômica está se aprofundando.

O Banco Popular da China cortou a taxa de compulsório em 0,50 ponto percentual. Com isso, os bancos passam a ter que recolher 20% dos depósitos. A nova taxa entra em vigor a partir de 18 de maio de 2012.

Com essa ação, a política monetária está se movendo para apoiar cada vez mais o crescimento econômico, diminuindo os esforços de combate à inflação e na contenção dos preços dos imóveis. O nível de importação da China se mostrou estagnado em abril de 2012, enquanto a produção industrial cresceu no menor ritmo desde 2009 e o nível de concessão de crédito foi o mais baixo deste ano.

Os números recentes do balanço comercial da China mostraram que tanto as exportações quanto as importações do país desaceleraram fortemente, sinalizando que o país encontra dificuldade para vender seus produtos em meio à crise global e também sofre com a demanda interna mais fraca.

A desaceleração na China, a segunda maior economia mundial, aumenta os riscos para uma recuperação global. Se verifica uma desaceleração da geração de empregos nos Estados Unidos e na Europa ainda se busca uma saída para a crise de dívida da região. O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro vai cair 0,3% este ano, informou a Comissão Europeia. A previsão para 2013 é de expansão de 1% da economia da região.

Outro ponto que se deve chamar a atenção contra o “lugar comum”, repetido inclusive por desenvolvimentistas, é que embora a taxa de investimento total (em 2006, por exemplo, 16,4 % do PIB) do Brasil seja muito inferior à da média do mundo (21,6% do PIB) e a do BRIC (26,3%), e, disparadamente, da China (42,8% do PIB), quando a decompõe por segmentos o quadro revelado é outro. Em 2006, o investimento do Brasil em Máquinas e Equipamentos era 8,5% do PIB, maior do que a média mundial (7,6% do PIB) e pouco abaixo do que a do BRIC (9,5% do BRIC), sendo que a da China era pouco maior: 9,9% do PIB.

Qual era então a causa da grande diferença entre os investimentos no Brasil e na China? Justamente o segmento de Construção (civil, residencial, industrial, pública, etc.): no Brasil, 6,6%; no BRIC, 14,3%; e na China, 26%. Lembremos do processo migratório chinês entre o campo e a cidade, além de que os Jogos Olímpicos de Pequim foram realizados em 2008, provocando grande boom na construção habitacional e de infraestrutura. Parece estar desacelerando, mas será um crash tal como ocorre nas economias de livre mercado?

1 thought on “Bolha Imobiliária e Carência Habitacional na China

  1. Pingback: Ideias contra a especulação Imobiliária | O Enciclopedista

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s