Processo Social Vigente

rede

Uma abordagem diferente da política econômica consiste em fornecer informações aos tomadores de decisões com relação ao processo econômico-político cotidiano. Estas informações servirão a diferentes propósitos, a depender das pessoas ou grupos a quem são dirigidas. Bruno Frey, em seu livro “Política Econômica Democrática: Uma Introdução Teórica”, acha útil estabelecer as diferenças entre três dos principais público-alvo.

1. Eleitores e Grupos de Interesse

As informações fornecidas pelos conselheiros de política econômica servem ao propósito de dar à população uma melhor oportunidade de tornar suas preferências conhecidas e de realiza-las em maior grau.

Isto envolve também o fornecimento de informações aperfeiçoadas a respeito das decisões dos tomadores de decisões públicas e das possibilidades que se abrem a estes.

A formulação de política econômica, através do fornecimento de informações, serve para tornar o processo democrático mais efetivo, levando a um melhor atendimento das preferências individuais.

2. Governo e Partidos Políticos

As informações fornecidas pelos conselheiros de política econômica servem para permitir aos tomadores de decisões o melhor atingimento de seus próprios objetivos.

Os partidos são auxiliados a formularem um programa que atenda às expectativas dos eleitores e que leve ao ganho de votos, de forma que suas possibilidades de obter o poder e nele permanecer sejam aumentadas.

Em um sistema verdadeiramente democrático, a busca dos interesses particulares dos partidos e do governo assegurará ao atendimento das preferências da população.

Trata-se de uma situação análoga à caracterizada pela Teoria da “Mão Invisível” que rege o mercado.

3. Burocracia Estatal e Outros Tomadores de Decisões Públicas

As informações que lhes são fornecidas pelos conselheiros econômicos são similares às que fornecidas ao Governo e aos Partidos Políticos.

Há, contudo, uma importante diferença, que reside no fato de essas instituições, particularmente o Banco Central, dependerem apenas indiretamente das preferências dos eleitores.

Fornecimento de Informações pelos Conselheiros Econômicos

Os conselheiros de política econômica (economistas), assim como os demais tomadores de decisões, são parte integrante do sistema político-econômico: eles não são “ditadores-benevolentes” que elaboram política econômica ao seu bel-prazer.

O conselheiro só pode apresentar sugestões aos vários tomadores de decisões econômicas a respeito do modo como eles podem formular um contrato social. A realização efetiva do contrato social e os aspectos que ele vai incorporar dependem dos indivíduos e grupos envolvidos.

O mesmo se aplica ao processo político-econômico vigente, onde os conselheiros econômicos também fornecem informações: levar em consideração estas informações é tarefa que só cabe aos tomadores de decisões.

Propostas de contrato social podem surgir como resultado dos próprios interesses particulares dos conselheiros de política econômica se eles puderem obter, a partir disso, rendimentos (gerados por livros, conferências e relatórios de pesquisa) e reconhecimento (reputação profissional junto à população ou científica junto à comunidade).

As motivações intrínsecas também podem exercer influência: muitas pessoas sentem que é sua obrigação aumentar o bem comum através da apresentação de sugestões que ajudem a desenvolver um consenso social.

No processo político-econômico contemporâneo, os tomadores de decisões públicas, e o governo em particular, continuamente solicitam informações a respeito dos modos de colocar em prática sua visões ideológicas e de assegurar a reeleição.

Entre os eleitores também existe uma demanda por informações desta natureza, mas ela só se manifesta no mercado de forma parcial, pois é um bem público cujo fornecimento beneficia a todos os eleitores.  Contudo, o retorno privado do consumo destas informações pode ser amplo o suficiente para gerar uma demanda de mercado que será atendida pelos meios de comunicação de massa privados (jornais, livros, etc.) e pelos setores publicamente regulamentados (rádio, televisão).

Conclusão

A consideração da Política e da Economia – e dos tomadores de decisões que atuam no âmbito delas – como partes endógenas de um sistema total sugere que as possibilidades de influenciar o curso da economia são limitadas. A abordagem mais efetiva para a ação dos conselheiros econômicos é fornecer informações a respeito do modo como as normas e instituições podem ser mudadas por intermédio de um consenso social.

Na política cotidiana, a influência dos conselheiros econômicos é mais restrita, já que cada um dos tomadores de decisões só está interessado em conhecer formas de buscar o atingimento dos seus próprios objetivos no interior de uma dada estrutura.

Um limite adicional é imposto pelo fato de os conselheiros econômicos serem, também, agentes endógenos do sistema.

Entretanto, uma vez compreendidos os limites da tomada de decisões econômicas, as informações, no nível do consenso social e no nível do processo político-econômico vigente, podem ser oferecidas de tal maneira que os objetivos de uma política econômica democrática – a saber, a satisfação de preferencias individuais – sejam melhor alcançados.

2 thoughts on “Processo Social Vigente

  1. Prof. Fernando

    Desculpe, mas não entendi que é o autor desses textos sobre materiais do Bruno Frey que o senhor está publicando aqui. Eu imaginava que seriam seus, mas quando vi na Tabela (elaborada pelas autoras) vi que são de outras pessoas.
    Lembrando que o próprio Bruno Frey foi demitido da sua universidade e banido de muitas revistas por plágio e autoplágio (http://freyplag.wikia.com/wiki/FreyPlag_Wiki) seria importante esclarecer este ponto.

    • Prezado Jairo,
      você deve ter se confundido com a ilustração que peguei no Google Images, que está como “elaborada pelas autoras”. Dada a confusão, vou trocá-la.
      O texto que estou resumindo com propósito didático é do livro citado do Bruno Frey. Não conheço a história pessoal do Bruno Frey, apenas li esse seu livro.
      att.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s