Brasil dos Bancos: Finalista do Prêmio Jabuti 2013

logojabuti2012

Economia, Administração e Negócios

1) “Belíndia 2.0: Fábulas E Ensaios Sobre O País Dos Contrastes” (Civilização Brasileira), de Edmar Bacha
2) “As Leis Secretas da Economia” (Zahar), de Gustavo H. B. Franco
3) “Resiliência” (Elsevier), de Paulo Yazigi Sabbag
4) “Desenvolvimento Humano, “Indústrias Criativas”, Favelas E “Os Estatutos Do Homem” (Ode Ao Amor, À Vida E À Liberdade)” (José Olympio), de João Paulo Dos Reis Velloso (Coord.)
5) “Brasil Dos Bancos” (Edusp), de Fernando Nogueira da Costa
6) “Cuidado E Cuidadoras: As Várias Faces do Trabalho do Care” (Atlas), de Helena Hirata E Nadya Araujo Guimarães
7) “A Dinâmica Do Sistema Produtivo Da Saúde: Inovação e Complexo Econômico-Industrial” (Fiocruz), de Carlos A. Grabois Gadelha, José Maldonado, Marco Vargas, Pedro R. Barbosa e Laís Silveira Costa
7) “Análise Avançada Das Demonstrações Contábeis: Uma Abordagem Crítica” (Atlas), de Eliseu Martins, Josedilton Alves Diniz E Gilberto José Miranda
8) “Desenvolvimento Sustentável 2012-2050” (Elsevier), de Fernando Almeida
9) “Muito Trabalho, Pouco Stress: Conheça Joe Labor, E Talvez Um Pouco Mais Sobre Você” (Évora), de André Caldeira
10) “Nova Classe Média? – O Trabalho Na Base Da Pirâmide Social Brasileira” (Boitempo), de Marcio Pochmann
10) “Gestão De Natureza Pública E Sustentabilidade” (Manole), de Arlindo Philippi Jr.

O comitê organizador do Jabuti, mais tradicional prêmio literário do país, divulgou no dia 18 de setembro de 2013 os resultados da primeira fase de sua 55ª edição, com os dez finalistas de cada uma de suas 27 categorias.

A apuração dos votos, aberta ao público, foi realizada no dia 17, na sede da Câmara Brasileira do Livro, no centro de São Paulo, mas os votos passaram por auditoria para a correção de eventuais erros na contagem ou nas inscrições.

Nesta primeira etapa, cada um dos três jurados por categoria deu notas de 8 a 10 a dez títulos escolhidos por eles dentre todos os inscritos na categoria em questão — assim, um título que leva 10 de um único jurado fica atrás de outro que recebe 8 de outros dois jurados.

Algumas categorias têm mais de dez finalistas devido a empates — o principal caso foi o de livros de Educação, categoria em que dois dos três jurados deram notas 10 para todos os títulos selecionados. Na avaliação do curador do prêmio, José Luiz Goldfarb, foi uma resposta dos jurados à eliminação da possibilidade de dar notas zero aos finalistas — nota que, no ano passado, o crítico literário Rodrigo Gurgel, o “jurado C” na categoria romance, deu a várias obras que analisou.

Na segunda fase, a ser divulgada em 17 de outubro, os resultados são zerados, e os mesmos três jurados avaliam todos os dez livros finalistas em suas categorias. Assim, um livro que inicialmente tenha sido bem avaliado por um só jurado, ficando com pontuação mais baixa na primeira etapa, pode vencer na final se os outros dois também o avaliarem bem.

O prêmio para o vencedor em cada categoria é de R$ 3.500. Em 13 de novembro, serão conhecidos os vencedores do livro do ano de ficção e de não ficção, cada qual reunindo alguma das categorias iniciais. Esses receberão mais R$ 35 mil cada um.

O conselho curador do Jabuti é formado por José Luiz Goldfarb, Antonio Carlos Sartini, Frederico Barbosa, Luis Carlos Menezes, Marcia Ligia Guidin. Os jurados são conhecidos apenas na cerimônia de entrega do prêmio.

Veja acima os finalistas da primeira etapa da Área de Economia, Administração e Negócios, onde meu livro, “Brasil dos Bancos” (Edusp) foi destacado como finalista do Prêmio Jabuti 2013. Ele ganhou o Prêmio Brasil de Economia de 2012, conferido pelo COFECON – Conselho Federal de Economia. Veja detalhes na aba acima neste blog.

5 thoughts on “Brasil dos Bancos: Finalista do Prêmio Jabuti 2013

  1. Prezado Fernando,
    adquiri ontem o seu livro na feira de livros do Sesc em Curitiba. Vou começar a leitura esta semana. Depois publicarei os comentários em meu blog e já adianto que será uma leitura prazerosa e instrutiva. Estou recomendando o livro em minhas múltiplas redes e quando sair em pdf e epub, gostaria de uma cópia? Ficarei torcendo por você no Jabuti. Abs.

    • Prezado Reinaldo,
      agradeço muito sua consideração e carinho.
      Não tive tempo de repercutir a boa notícia, pois viajei para dar duas palestras em Salvador, e fiquei três dias afastado do blog e mensagens.
      É a segunda vez que um livro meu chega a ser finalista do Prêmio Jabuti. Na primeira vez, concorria com o último livro do Celso Furtado. Desta vez, com Edmar Bacha e Gustavo Franco. Em outras palavras, a chance de ganhar é mínima, mas é bom saber que uma obra pessoal teve repercussão favorável.
      A EDUSP quer reimprimir nova edição.
      Abraço

  2. Professor Fernando
    Escrever um livro já é um desafio e conquista imensurável! O que dizer então sobre ser finalista do Prêmio Jabuti! Parabéns por mais este reconhecimento, fruto de um trabalho sério, cujos beneficiários somos nós, público leitor. Abraços

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s