Aula sobre Crédito Agrícola e Seguro Rural

Aula 7 Crédito Agrícola e Seguro Rural 2014

Resumo:

O País foi premiado com “quina” não por sorte, mas sim por ter acertado suas políticas e não ter continuado a se deixar conduzir pelo acaso do “livre mercado”. A produtividade (e competitividade) em agroindústria deriva muito da recuperação da Embrapa e do Banco do Brasil. Para a matriz energética diversificada, com fontes limpas como a hidroelétrica e o biocombustível, além da extração do petróleo do pré-sal, as empresas estatais tipo Petrobras, Eletrobras e Furnas foram (e são) imprescindíveis. A exportação de commodities também envolve bens com alto valor agregado como aviões projetados pelo complexo tecnológico ITA/Embraer. Os financiamentos dos outros bancos públicos (BNDES e Caixa) são fundamentais para investimentos em infra-estrutura, inclusive urbana. A nova classe média surgiu da política de salário mínimo real, formalização do mercado de trabalho, crédito, ensino superior, etc. O bônus demográfico é fruto da elevação da escolaridade, esperança de vida, igualdade de gêneros, etc. Na parte final do curso, o foco estará no futuro dos negócios bancários no Brasil gerados por essas oportunidades.

Textos para DiscussãoEMBRAPA – Evolucao-da-Politica-de-Credito-Rural-Brasileira (2010)

Política de Crédito Rural no Brasil

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s