Economia Indiana

Nehru_Gandhi

Após a Independência, em 1947, a Índia pretendeu criar um modelo econômico misto entre o capitalismo e o socialismo. O plano do então primeiro-ministro Jawaharlal Nehru era buscar a autossuficiência do país. Ele se inspirou na economia planejada dos soviéticos e criou um sistema de planos quinquenais que existe até hoje.

Para construir um Estado moderno, privilegiava grandes projetos de construção de hidrelétricas. A Índia começaria a construir seus navios, locomotivas e bicicletas só na década de 1960.

Em 1969, foi criada a Organização de Pesquisa Espacial Indiana e, seis anos depois, a Índia lançou seu primeiro satélite. Hoje, o país concentra a maior constelação de satélites não militares do mundo, a maioria de comunicação e de meteorologia. Em 2008, cumpriu uma missão lunar. Os indianos agora se preparam para mandar uma missão não humana para Marte.

Mas, em busca da escalada na sociedade, o sistema econômico misto se tornou promíscuo, ineficiente e corrupto. Não conseguiu fazer a planejada revolução industrial. Segundo Florência Costa, autora do livro Os Indianos (Coleção Povos & Civilizações; São Paulo; Editora Contexto; 2012), “a Índia tinha criado, na verdade, um capitalismo monopolista. Apenas um pequeno grupo de empresas privadas, a maioria familiares, foi beneficiado e passou a controlar amplos setores da economia, sem concorrência externa e com a proteção do Estado”. Continue reading “Economia Indiana”