Debate sobre Ciclo Econômico ou Tendência à Estagnação Secular

Taxa de Crescimento da Renda Per Capita 0-2100O gráfico acima, encontrado no livro de Thomas Piketty, O Capital do Século XXI, representa o “crescimento rastejante” (próximo de zero) da renda per capita mundial do ano zero até o período da Revolução Industrial (1700-1820). Beira 1% aa até o final do entre-guerras (1913-1950). O salto maior, para mais de 2% aa, se dá com a reconstrução no pós-guerra (1950-1990) e a emergência internacional de outros países em seus períodos de bônus demográfico (1990-2030), que leva o crescimento médio da renda per capita para taxa anual em torno de 2,5%. Findando esta “janela de oportunidade”, a tendência esperada é de queda na renda per capita até o final do século XXI (2030-2100).

J. Bradford DeLong é professor de Economia da University of California, em Berkeley, e pesquisador associado do Gabinete Nacional de Análises Econômicas dos EUA. Publicou artigo (Valor, 08/05/15) intitulado “Uma Ciência Ainda Mais Lúgubre“, onde delineou as posições em Debate sobre Ciclo Econômico ou Tendência à Estagnação Secular. Compartilho-o abaixo.

Continue reading “Debate sobre Ciclo Econômico ou Tendência à Estagnação Secular”