Finanças Pessoais: Aplicativos para Orçamento Familiar e Investimentos Financeiros

Tabelas mês a mês

  • Alternate Text

    Todas as famílias

    Uma tabela com os gastos mais comuns da família brasileira para prever e controlar tudo de acordo com a renda da família.

    Baixe aqui.

  • Alternate Text

    Estudantes

    Faça a lição de casa contando tudo que gasta, inclusive com os estudos.

    Baixe aqui.

  • Alternate Text

    Donas de casa

    Cuidar do lar, dos filhos, das compras.

    Baixe aqui.

  • Alternate Text

    Aposentados

    Ideal para quem recebe aposentadoria e quer organizar sua vida financeira.

    Baixe aqui.

Jiane Carvalho (Valor, 11/08/15) afirma que uma gestão adequada do orçamento doméstico, com controle de gastos e definição de metas e estratégias para alcançá-las, é a essência de qualquer projeto de educação financeira e, pode-se dizer, uma fórmula bastante difundida. Ainda assim, para boa parte dos brasileiros, manter os gastos sob controle é uma realidade distante. O uso excessivo do cheque especial, quando há linhas de crédito mais baratas disponíveis, o pagamento do valor mínimo do cartão de crédito, no lugar de parcelamentos disponíveis na fatura, são só alguns exemplos de que, na prática, a teoria é outra.

E em momentos como o atual, de crise econômica e desemprego, o quadro agrava-se. Segundo levantamento da Serasa Experian, no fim de junho, o número de inadimplentes no país alcançava 56,4 milhões, com R$ 243 bilhões em dívidas em atraso De olho nesse contingente, as iniciativas de Educação Financeira dos bancos avançam, abrangendo não só a teoria, por meio de cursos e textos informativos, como o fornecimento de ferramentas práticas. Disponível hoje para correntistas ou não, há desde simuladores de projetos, que ajudam na definição de metas, e planilhas de controles de gastos, algumas já associadas à movimentação das contas correntes, até dispositivos que alertam o cliente quando os gastos se aproximam de um descontrole.

A tendência é que as ferramentas de gestão pessoal disponíveis, ainda pouco conhecidas pelo público, ganhem adeptos principalmente com o desenvolvimento de aplicativos (app) para uso em mobile, como celulares e tablets. Hoje, a maioria dos dispositivos está disponível apenas nos sites dos bancos.

Um dos projetos que fornecem ferramentas de gestão financeira também no formato app, batizado de “Nosso Consumo“, foi desenvolvido pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) em parceria com o Instituto Akatu. São quatro aplicativos que abordam o uso inteligente dos recursos água, alimentos, energia e transporte. “A proposta é mostrar o gasto com cada recurso, o impacto no ambiente e na vida individual e, claro, apontar alternativas de uso mais racional com reflexos no bolso do cidadão”, explica Fábio Moraes, diretor de educação financeira da Febraban.

O app “Nosso Transporte” (http://nossoconsumo.meubolsoemdia.com.br/nossotransporte/) auxilia a população em escolhas mais assertivas de locomoção pela cidade. Na “Calculadora Transporte Consciente”, o usuário insere o preço do combustível em sua região, o valor do transporte público e o endereço de destino. A ferramenta compara custos financeiros, emissão de carbono e calorias gastas pelo usuário, caso ele escolha percorrer o percurso de carro, transporte público, bicicleta ou a pé. “Já foram feitos 50 mil downloads e, basicamente, a divulgação é no boca a boca e nas redes sociais”, diz Moraes.

Todos as ferramentas estão disponíveis no portal da Febrabran “Meu Bolso em Dia” (http://www.meubolsoemdia.com.br/), criado em 2010, em que há informações sobre investimentos, consumo consciente, cancelamento de cartão de crédito, entre outras.

O portal começou com textos educativos, incluiu depois ferramentas mais simples, como planilhas em Excel, e hoje conta com softwares mais sofisticados que auxiliam no controle de gastos. “Hoje, nossa principal ferramenta é o Jimbo, um software muito mais moderno, que incluímos em 2011 no projeto, para a organização do orçamento doméstico”, afirma Moraes. O Jimbo está disponível para ser baixado tanto em PCs quanto em dispositivos móveis e ajuda o usuário em funções como lembrar datas de pagamentos e organizar suas finanças. Os aparelhos móveis também se comunicam com o PC, ou seja, o Jimbo encaminha as informações de um mobile para o PC físico.

Apps e Games

  • Alternate Text

    Jimbo para PC

    Conheça e experimente o Jimbo, nosso software gratuito que vai ajudar você a se lembrar de suas datas de pagamentos e organizar suas contas para deixarseu bolso em dia.

  • Alternate Text

    Jimbo Mobile

    Com ele, você não se esquece dos fatos do dia a dia, organiza melhor suas contas e também envia todas essas informações para o Jimbo que você já usa no seu computador. Aplicativo para smartphones com sistema operacional Android 2.1 ou superior.

A utilização ainda restrita de aplicativos na área de Educação Financeira, segundo Marcelo Feltrin, gerente geral da empresa de software Misys Brasil, é natural e faz parte do processo de amadurecimento da área. “Basicamente, o uso de apps começou com foco nas funções transacionais, como pagamentos, transferência e acesso à informação no website”, diz Feltrin. Agora, segundo o executivo, passada esta fase de aplicativos com foco em transações, a ideia é oferecer serviços de maior valor agregado, como as ferramentas de gestão, e os apps ajudam nesta tarefa.

Uma solução que o executivo vê como tendência atende pelo nome de Personal Finance Management (PFM), nome genérico de uma modalidade de aplicativo que faz o link entre gastos com a movimentação da conta no banco e um gerenciador pessoal. “Com o PFM, toda movimentação na conta, via cartão de crédito, débito ou saque, é registrada no gerenciador e já em categorias predefinidas”, explica Feltrin. “Como a pessoa muitas vezes não percebe seu limite financeiro, o sistema emite alertas quando os gastos se aproximam da margem de segurança, levando em conta também pagamentos ainda não efetuados, mas que são corriqueiros, como colégios, academias etc.” Esta tendência de aplicativos que mostrem a real situação do correntista – com base no histórico – tendem a ganhar espaço.

Em complemento às tradicionais cartilhas, o banco Santander inclui o projeto “Conta Pra Mim” (https://www.contapramim.com.br/), em que as pessoas falam em vídeo sobre suas experiências de gestão financeira e investimento. Os internautas expõem suas iniciativas de sucesso, o que dá mais resultado, porque é menos frio que uma cartilha.

As ferramentas de auxílio à gestão financeira podem ser obtidas no link http://sustentabilidade.santander.com.br/pt/Espaco-de-Praticas/PDF/Cartilha_GlossarioFinanceiro.pdf, no item Planilha do Orçamento Pessoal: http://sustentabilidade.santander.com.br/pt/Espaco-de-Praticas/Download/Modelo_Planilha_Vida_Financeira_comentada.xls

A ferramenta apresenta os itens Receitas, Investimentos e Despesas, subdivididos em diversas categorias. “O internauta pode baixá-la tanto em PCs quanto em tablets. Ela já está toda ‘amarrada’, ou seja, apresenta os resultados finais e parciais das receitas e despesas daquele usuário.

No Bradesco, a opção foi por segmentar as estratégias de orientação e auxílio à gestão financeira por públicos, acompanhando a sua evolução como cliente. Há ações e ferramentas específicas para o público jovem, de até 17 anos, no endereço http://clickconta.com.br/html/clickconta/index.shtm, onde se encontra a maioria dos apps.

No http://www.bradescouniversitario.com.br/html/cub/index.shtmtambém há simuladores de gastos, com itens como festas e livros.

Na terceira fase do projeto, acessível no link http://www.sociedadedenegocios.com.br/RelacionamentoPJ/Default.aspx, tanto a linguagem como as ferramentas são voltadas para quem quer empreender, de forma individual ou em sociedade. Para os internautas em geral, as ferramentas ficam no ambiente aberto do Bradesco.

“Trabalhamos no portal em duas dimensões, uma simples, de rápido acesso e informação fácil, que é tranquilamente a mais acessada, e outra em que a informação é mais profunda, onde temos Money, ferramenta para baixar que auxilia o usuário na gestão de suas finanças. As ferramentas disponíveis permitem a quem é cliente, por exemplo, importar os extratos da sua conta diretamente do internet banking, visualizar gráficos e relatórios da sua situação financeira, controlar os investimentos e gastos com cartão de crédito.

Os softwares podem ser baixados no item “Ferramentas Úteis” no link http://www.bradesco.com.br/html/classic/educacao-financeira/index.shtm.

Embora hoje a maior parte dos recursos esteja disponível apenas para PCs, a tendência é que sejam oferecidos também no formato de aplicativo para o mobile.

No Banco do Brasil (BB), a ferramenta voltada para o controle das finanças atende pelo nome de “Tá na Hora” no endereço http://www.educacaofinanceirabb.com.br/

Os apps devem acrescentar muito à área de Educação Financeira dos bancos, mas sem substituir totalmente outras modalidades de ferramentas. Vai ter sempre quem prefere guardar os papéis, anotar ou usar uma planilha Excel. Os aplicativos vão lentamente ganhando espaço, mas no sentido de agregar e não substituir. O Itaú Unibanco tem poucos apps voltados para a educação financeira porque o aprendizado demora e no site a pessoa tem acesso a tudo. Vai formando a cultura, fornecendo conhecimento por meio das planilhas e simuladores que podem ser baixados.

No site http://www.itau.com.br/uso consciente, lançado pelo banco em 2012, há guias de orientação com temas como “Consumir e poupar”, “Saia do vermelho”, “Família e dinheiro” e “O melhor crédito para você”. Como ferramentas, há simuladores que ajudam no planejamento financeiro.

Há também aplicativos do Itaú, fora da área de educação financeira, que auxiliam na gestão das contas. Tem o app da Itaucard que ajuda no controle dos gastos com cartão de crédito, que é uma dificuldade de muitas pessoas.

https://www.itau.com.br/personnalite/investimentos/nossa-recomendacao/organizador-financeiro/

https://www.itau.com.br/personnalite/investimentos/sugestoes/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s