Inconsistência Lógica do Discurso Oposicionista: do Viés da Auto-atribuição ao Complexo de Vira-lata

complexo de viralata

Um fenômeno psicológico, conhecido como o viés da auto-atribuição, estudado em Neuroeconomia — aplicação das descobertas da Neurociência à Economia –, diz respeito à pessoa que atribui às suas competências os sucessos, e os fracassos às outras pessoas ou à má sorte.

No debate interditado na imprensa brasileira, só se encontra opiniões de oposicionistas ou golpistas, não se encontrando nenhum contra-argumento face às “teses” mais estapafúrdicas apresentadas aos leitores. Por exemplo, a inversão desse viés da auto-atribuição na declaração do ex-embaixador Marcos Azambuja (RJ, 1935-…), que foi Secretário-Geral do Itamaraty (1990-1992) durante o Governo Collor.

Ele, um diplomata de carreira, espelha o complexo de vira-lata da antiga turma do Itamaraty brasileiro, hegemônica durante os Governos Neoliberais. Ela foi substituída pela geração nacionalista do Ministro Celso Amorim. Azambuja demonstra todo o ressentimento de sua turma em relação aos Governos Socialdesenvolvimentistas.

Comenta (Valor, 18/09/15) o ex-collorido em relação ao sucesso do Governo Lula: “É claro que, há alguns anos, vivíamos em um paraíso. As commodities estavam em alta, os países asiáticos em grande crescimento. O Brasil viveu dez anos mágicos. Agora, a realidade de novo se encontrou conosco. Mas dizer que a crise brasileira é devida à situação internacional é uma distorção excessiva. A influência exterior está muito aquém de nossa responsabilidade. Quem criou esta crise, por mistura de gigantismo do Estado, gastos excessivos, corrupção, demagogia e triunfalismo, fomos nós“.

É um discurso inconsistente típico, deduzido da completa inversão do viés de auto-atribuição. Simplesmente, ele inverte o que diz a situação, que atribui às suas competências os sucessos brasileiros, e os fracassos aos outros países. Mas, de maneira igual e contrária, ele recai no complexo de vira-lata: a oposição atribui só ao resto do mundo os sucessos brasileiros, e os fracassos só ao Brasil!

Em outras palavras, a expansão mundial explica a expansão brasileira, mas, inconsistentemente, a crise mundial não explica a crise brasileira!

Nem tanto ao mar, nem tanto à terra… Vamos moderar os extremismos, gente, porque não há debate público possível desrespeitando a inteligência alheia!

Veja o típico oposicionista (abaixo) demonstrando seu complexo de vira-lata e escondendo sua falta-de-vergonha na cara:

complexo-vira-latas-de manifestante entreguista

One thought on “Inconsistência Lógica do Discurso Oposicionista: do Viés da Auto-atribuição ao Complexo de Vira-lata

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s