Estilo de Vida e Finanças Pessoais

New Rich Beach PicnicA taxa de juros local é uma “jabuticaba”. No fim das contas, um país que tem juro real três ou quatro vezes maior que países parecidos está em não-equilíbrio. Ele tem problema de dependência de trajetória: sua elite ficou viciada em juros reais altos.

Em outros lugares, a pessoa que vive de renda do capital tem renda negativa quando essa cresce menos que a inflação.  Aqui, nesta terra abençoada, não, se souber aplicar, ela não corre nenhum risco dessa renda se tornar real negativa. Dada sua histórica volatilidade, tanto em termos de taxa de inflação, quanto em termos de taxa de câmbio, neste País criou-se um título de dívida pública pós-fixado de menor risco, com liquidez diária, e com rendimento real, garantido pelo Regime de Meta Inflacionária instalado pelos neoliberais.

A Diretoria do Banco Central do Brasil, sob pressão midiática de seus pares profissionais, garante a cada reunião do COPOM uma Selic altíssima, muito acima da taxa de inflação. Além disso, constatou-se, recentemente, que não se pode fazer “desaforo ao capital”, como eliminar as LFTs, impondo-o uma perda de riqueza, sob o ônus de ter de pagar mais adiante muito mais.

As castas aliadas dos comerciantes-financistas e dos sábios tecnocratas estão há tantos anos recebendo juro real alto, e concentrando riqueza financeira a seu favor, que ficaram anestesiadas por esse vício, achando que está tudo bem com o consumo dessa droga. Não está tudo bem se no país uma empresa que vai investir tem esse custo de capital tão alto!

Compare o estilo de vida de pessoas dessas castas, no Brasil, com um seu “colega” nos EUA. Lá, um  planejador financeiro de 37 anos poderia dirigir um carro da moda, exercitar-se em uma academia modernosa e curtir uma casa enorme. Ele tem dinheiro suficiente para isso. Só que não quer isso. O que ele quer? Investir o suficiente para não se preocupar em ter uma renda de trabalho, quando puder se aposentar, pois terá como substituta uma renda do capital.

E quando chegar a esse ponto, ele provavelmente vai continuar trabalhando e dirigindo seu automóvel clássico alemão, que terá já atingido cerca de dez anos. Ele foi adquirido seminovo de um novo rico que ficou com ele até o término da garantia — e perdeu mais de 30% por comprá-lo zero km.

Isso faz parte de uma filosofia (sabedoria em viver) — e de um plano de vida financeira — que ele começou a colocar em prática quando tinha 20 e poucos anos. Naquela época, planejador financeiro concentrou-se em acumular seu capital humano, mantendo-se continuamente matriculado em uma sequência de cursos relacionados com sua carreira. Ele concluiu dois mestrados e acumulou sete qualificações profissionais que lhe darão a “capacidade pessoal de ganho”. Este capital intelectual que ninguém jamais o tirará…

Perceber que, mesmo aos 37 anos, é possível estar engajado em algum tipo de trabalho nos próximos 50 anos, investir em si e ser capaz de melhorar sua renda é muito mais relevante do que demonstrar status social para impressionar gente de quem não gosta — como as do postal acima.

Casado e pai de duas crianças, o sujeito já terá estabelecido seu nome como uma reputação na área de planejamento financeiro. Além de aconselhar clientes, ele escreve livros, tem um blog que, semelhante a este modesto blog que você lê, tem cerca de 100 mil visitantes por mês, dá palestras em muitos seminários por ano, tem parcerias ou é cofundador de meia dúzia de firmas de serviços financeiros. Todas essas atividades alimentam seu website “kitces.com“. Sua esposa cuida das despesas domésticas para viabilizar sua capacidade de fazer seu negócio crescer em benefício de sua família.

Partir de uma “meta de poupança” (sobra de renda planejada para aplicações financeiras) é pensar na contramão, explica o planejador financeiro. Ele parte de um estilo de vida, e não de uma “meta de poupança”. Ele não diz que quer economizar 10% ou 20% por um ano.

Ele busca economizar o equivalente a seu estilo de vida atual (despesa anual) vezes 30. Por que 30? Estudos sobre taxas seguras de saques mostram que você pode manter um padrão de vida constante (ajustado pela inflação) por um longo período de tempo e desconsiderar a volatilidade do mercado se seu ritmo inicial de gastos for suficientemente baixo.

[FNC: leia a respeito do Algoritmo: o Conceito 1-3-6-9]

Taxas de saques iniciais “seguras” são de cerca de 5% na faixa de 20 anos, 4% na de 30 anos e 3,5% a partir de 45 anos. Uma vez que o planejador financeiro espera que sua independência financeira dure 50 anos ou mais, ele tem como meta uma taxa inicial de gastos de 3,3%. Para ser conservador (em Finanças), isso é equivalente a dispor de cerca de 30 vezes seus gastos em ativos disponíveis.

É um valor grande. Mas quando você assume como meta ter 30 vezes seu estilo de vida [ou 9 vezes sua renda anual que equivale a 108 vezes sua renda mensal], você fica constantemente pensando sobre as despesas que podem afetar seu padrão de consumo. Quanto mais se consegue controlar os gastos, mais rápido é possível vencer o limiar da independência financeira.

Em sua atividade como planejador financeiro, ele já viu como décadas de “estilo de vida inflado”, como ele se refere a esse comportamento, podem criar problemas para as pessoas. A maioria de seus clientes que recentemente passaram dos 50 anos e sentem-se em dificuldades para conseguir se aposentar coloca-se em tal situação porque deixa seus gastos crescer à medida que sua renda aumenta.

Eles desenvolveram grandes carreiras, mas nunca acumularam um portfólio (carteira de ativos ou formas de manter riqueza) suficiente. Agora, estão num ponto em que têm de recuar em seu estilo de vida, se quiserem investir o suficiente para se aposentar confortavelmente. Ele também viu, entre seus clientes, “muita gente se aposentar, parar totalmente de trabalhar e ficar infeliz”.

Evitar um estilo de vida inflado é crucial para o planejador financeiro. À medida que a renda cresce, tudo que se investe por não comprar “coisas extravagantes” ou simplesmente “mais coisas” traz flexibilidade financeira para aproveitar qualquer oportunidade que apareça. Quando você conversa com pessoas que ascenderam ao longo de suas carreiras, poucas relatam uma trajetória linear.

Isso pode significar um movimento lateral que pode, no fim das contas, deixá-lo em posição muito melhor em sua carreira. Se surgir uma oportunidade única na vida profissional, e isso exigir que você dê um passo atrás para poder saltar quatro passos à frente, você não poderá agarrá-la se estiver gastando tudo o que tem. O  planejador financeiro vive abaixo de meus meios para criar esse ambiente de flexibilidade financeira.

Para que ele e sua esposa não “enlouqueçam”, monitorando cada pequena despesa, eles usam o programa “mint.com” de gestão financeira pessoal. Meia hora por mês no “mint” dá a ele uma noção de onde está gastando o dinheiro e torna muito mais fácil reavaliar as despesas.

Uma coisa que ajuda é que ele e sua esposa pagam tudo o que podem com seu cartão, que permite acumular pontos na proporção de 1% das despesas efetuadas. Então, ele já acumulou todas as milhas de passageiro frequente que poderia precisar, originadas de suas viagens para dar palestras.

Quando uma pessoa tem grandes despesas mensais, ela compromete o alvo no qual o planejador financeiro foca com precisão: flexibilidade financeira. A única dívida do planejador financeiroa parcela de financiamento de sua casa. Ele e sua esposa quitam, mensalmente, todas as suas dívidas com as administradoras de cartões de crédito sem jamais entrarem no “crédito rotativo”.

Muitos planejadores recomendam um fundo de reserva emergencial de cerca de seis meses. O do planejador financeiro cobre de 12 a 18 meses. Isso é provavelmente um pouco mais do que ele recomenda a outras pessoas, porque grande parte de sua renda é de autônomo. Se algo acontecer com ele, sua renda despenca bem mais rápido, explicando que adoecer e ficar fora do mercado de trabalho por algumas semanas ou meses implicaria uma perda significativa de renda – e o risco de perder clientes que não vão voltar depois que ele se restabelecer.

No início, recém-saído da Faculdade e trabalhando em vendas, o planejador financeiro não conseguia investir nada. Quando podia, toda economia era direcionada a quitar dívidas ou para formar um fundo de emergência. Então, ele começou a economizar um pequeno percentual de sua renda e agora, com um estilo de vida pouco modificado ao longo dos anos, a despeito do aumento dos ganhos, ele economiza mais de metade de sua renda. Não é porque ele estivesse tentando fazer isso desde o início. Mas foi realmente fácil não gastar mais e investir metade de sua renda.

Sua participação em uma empresa de consultoria custou caro, mas o controle dos gastos de longo prazo tornou isso possível. O maior investimento que o planejador financeiro fez, em termos monetários, foi comprar sua participação na sociedade. Possuir parte de uma empresa de consultoria é como comprar ações com alavancagem. A receita é bastante vinculada aos mercados, mas tem despesas fixas, como com pessoal. Ele vê seu trabalho como semelhante a possuir uma ação extremamente volátil e, até certo ponto, administra seus ativos com isso em mente. É em parte por isso que suas reservas cobrem 18 meses.

O planejador financeiro não se sente privado de bem-estar, já que seu objetivo é “não ficar vulnerável à instabilidade”. Como ele tem um bom controle sobre os gastos, permite-se algum luxo de vez em quando. Depois que você ajusta adequadamente as despesas grandes — onde morar e que carro possuir — as pequenas, como viajar, não causam preocupação.

Leia também:
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 50 dicas para aprender como economizar dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?

One thought on “Estilo de Vida e Finanças Pessoais

  1. Fantástico, historias assim dão motivação extra para continuar nesse caminho onde, no Brasil, a maioria nem imagina existir é dificil encontrar bons exemplos. Bem, filosofia e planejamento, para não ter preocupações mais tarde.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s