Rentabilidade Média Anual dos Investidores com o Cupom Cambial

Rentabilidade Anual com Cupom Cambial

O exemplo numérico acima ilustra como investidores aplicam em cupom cambial, obtendo um retorno muito maior do que a taxa com a qual se financiam no exterior, no chamado “carry trade”. A Tabela, baseada na hipótese de repatriamento em cada ano dos fluxos líquidos entre ingresso e retorno acumulados anualmente, apresenta a limitação da série com as cotações do dólar e os juros estarem no fim de período – e não em média anual.

Sua leitura deve ser feita por linha:  acumulação de saldos líquidos anuais entre entrada ou saída de capital estrangeiro em dólares (Investimento Estrangeiro em Carteira ou Portfólio) – conversão em moeda nacional – aplicação na diferença entre juro doméstico e juro norte-americano (custo de oportunidade) – hipótese de saída no ano (reconversão cambial para repatriamento do capital) – ganho de capital entre entrada e saída em dólares – rentabilidade anual.

O grau de elevação da taxa de juros interna (i) em relação à taxa de juros internacional (i*), que representa o custo de oportunidade para o capital, provoca influxo ou refluxo de capitais. A última coluna apresenta a rentabilidade, em dólares, caso houvesse o retorno de todo o capital acumulado até então na cotação de cada fim de ano. Espelha a dúvida referente a quando se deve retornar o capital.

A interpretação econômica dos números acima sugere que, em 2001 e 2002 (final do governo FHC), houve fuga de capital estrangeiro em carteira, expressa pelo déficit no saldo líquido entre ingressos e retornos. A moeda nacional depreciou-se em 2002 até o maior nível dessa série temporal de 2001 a maio de 2015.

Elevando-se a taxa de juros interna, até meados de 2003, houve entrada líquida de capital estrangeiro, a taxa de câmbio foi caindo, isto é, a moeda nacional apreciando-se, até o sobressalto no último trimestre de 2008. Neste ano houve repatriamento de capital por parte dos investidores estrangeiros mesmo com a elevação da taxa de juros over-Selic. A partir desse ano, a taxa de juros norte-americana do Federal Funds foi praticamente zerada.

O capital externo, caso se retirasse em 2008, realizando logo o lucro, teria obtido uma rentabilidade superior aos dois anos anteriores e aos dois anos posteriores. Com a nova elevação do juro interno, no primeiro semestre do governo Dilma, em 2011, teria elevado também a rentabilidade anual do capital que tivesse sido retirado.

Após a queda da taxa de juros (“Cruzada da Dilma”), entre 2011 e 2012, neste ano diminui relativamente a entrada líquida de capital, e a taxa de câmbio vai se elevando, ou seja, a moeda nacional deprecia-se. Em função da taxa de depreciação (ê), não compensada pela elevação da taxa de juros, há a perda da rentabilidade para o investidor estrangeiro nos anos de 2012 e 2013.

Daí a insatisfação que se manifesta na condenação da “Nova Matriz Macroeconômica”. A pressão midiática de O Mercado resulta no retorno ao “Velho Normal” da elevação contínua da taxa de juros básica (Over-Selic) – e a reversão à média da rentabilidade do “capital-motel” (entra-e-sai), hipoteticamente, de 12,67% aa!

Obs.: nesse cálculo hipotético não considero o custo com o hedge cambial, o que farei no próximo post. Esta é a situação que a especulação com a taxa de câmbio esperada se protege, transformando a operação em uma arbitragem entre juros internos e juros externos com ganho líquido e certo, embora menor do que seria em caso de assumir uma posição cambial aberta — e acertar na aposta de apreciação da moeda nacional.

One thought on “Rentabilidade Média Anual dos Investidores com o Cupom Cambial

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s