Efeitos das Intervenções Cambiais sobre a Taxa de Câmbio Futura no Brasil

Intervenções BCB no câmbio

Eduardo Campos (Valor, 08/01/16) resenha as principais conclusões do trabalho “Efeitos das Intervenções Cambiais sobre a Taxa de Câmbio Futura no Brasil“, assinado por Marcio Magalhães Janot, do Departamento de Relacionamento com Investidores e Estudos Especiais (Gerin), do Banco Central, e Leonardo Peixoto Macedo, do banco BBM. O estudo está no site do BC, mas não necessariamente reflete a visão da instituição sobre o tema: http://www.bcb.gov.br/pec/wps/port/TD413.pdf.

O Banco Central (BC) tem condição de afetar o comportamento da taxa de câmbio e alterar o sentimento dos participantes com suas intervenções no mercado. Mas, para que isso aconteça, é necessário atuar de forma inesperada e com volumes significativos para convencer o mercado a seguir na mesma direção. O que o BC não consegue fazer, seja atuando à vista, a termo ou por swaps cambiais, é reduzir a volatilidade da taxa de câmbio no curto prazo.

Os autores estimaram os efeitos das intervenções da autoridade monetária sobre o retorno e a volatilidade da taxa de câmbio futura real/dólar usando dados intradiários de outubro de 2011 a março de 2015. Eles focaram atenção nas atuações à vista, que no período foram de compra de dólares, e nas intervenções via swap cambial, na qual o BC compra ou vende dólares no mercado futuro. No período analisado, o BC fez 814 intervenções, sendo 36 compras à vista, 56 swaps surpresa, 48 linhas, 2 termos e 373 swaps e 299 rolagens.

Começando pelos swaps, que estão em evidência após o BC anunciar a perda de quase R$ 90 bilhões em 2015 com atuações nessa área, os autores apontam que até 23 de março de 2013, quando foi lançando o programa conhecido como “ração diária“, o uso desse instrumento costumava surpreender o mercado. Assim, a análise foi dividida entre antes e depois do programa.

O modelo desenhado pelos autores aponta o pequeno impacto das intervenções sobre o retorno da taxa de câmbio – inferior a 0,10% – através do programa de swap cambial e das rolagens de contratos. “Como o BC já havia comunicado a realização desses leilões, não houve surpresas. Nos casos de anúncios surpresas observou-se um impacto próximo a 0,5% sobre os retornos. Esse resultado era esperado, já que o BCB surpreendeu o mercado ao realizar os leilões e com tamanhos relevantes”, diz o estudo.

Na análise do mercado à vista, os autores se surpreenderam com o pequeno impacto na taxa de retorno — inferior a 0,2%. A resposta pode estar no volume da operação, de US$ 300 milhões em média, enquanto nos swaps a média é de US$ 1,4 bilhão. Outro ponto é o período estudado, começo de 2010. Naquele momento, o governo tentava evitar uma apreciação adicional do real e o Ministério da Fazenda já havia anunciado IOF sobre posição vendida de derivativos e sobre a entrada de capital estrangeiro.

Na avaliação da volatilidade, no mercado à vista houve uma pequena redução, quase nula, no momento das intervenções. Nas intervenções do programa e da rolagem de swaps observaram-se variações pequenas ou sem significância da volatilidade cambial. Algo esperado, pois os leilões já eram aguardados. Já para as intervenções surpresas via swaps notou-se um aumento significativo da volatilidade logo após a intervenção. Esse efeito inverso ao desejado pelo BC também foi encontrado em outros estudos.

“Portanto, não encontramos evidências de que a atuação do BC reduz a volatilidade da taxa de câmbio e acalma mercados disfuncionais no curto prazo, embora deva ser ressaltado que as intervenções do BC através de swaps cambiais tiveram por objetivo fornecer hedge para o mercado e não especificamente reduzir a volatilidade da taxa de câmbio“, diz o estudo.

One thought on “Efeitos das Intervenções Cambiais sobre a Taxa de Câmbio Futura no Brasil

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s