Indicadores para Análise do Desempenho do Setor Bancário

indicadores-dos-6-maiores-bancos-2014-2009Veja apresentação em Prezi: Indicadores Bancários

Com o objetivo de analisar o desempenho do setor bancário brasileiro, constata-se a tendência da rentabilidade em relação à registrada no ano anterior. Por exemplo, o efeito das receitas de floating fica patente a partir da evolução da conta de ganhos com passivos sem encargos deduzidos das perdas com ativos não-remunerados.

Compara-se o resultado bruto da intermediação financeira do ano corrente em relação ao ano anterior; busca-se a explicação para sua variação, verificando o custo de captação e as receitas de operações de crédito.

Examina-se, então, se as receitas de prestação de serviços (decorrentes da cobrança de tarifas bancárias) desempenharam papel relevante para a sustentação do nível de rentabilidade dos bancos.

Interessante também é ver até que ponto estas últimas receitas, isoladamente, cobririam as despesas administrativas ou, pelo menos, as despesas de pessoal.

Vale comparar as margens de intermediação financeira (relação do resultado bruto da intermediação com receitas de intermediação financeira) entre distintos grupos de bancos.

Outros indicadores de desempenho são as relações:

  • rendas de operações de crédito (conta de resultado) / operações de crédito (conta patrimonial)
  • despesas de captação (conta de resultado) / operações de crédito (conta patrimonial)
  • spread creditício [rendas de operações de crédito – despesas de captação] / operações de crédito
  • proxy do “faturamento” para bancos: receitas da intermediação financeira + rendas de prestação de serviços
  • crescimento: média geométrica da taxa anual de crescimento do faturamento
  • giro do ativo total (produtividade média com a qual o capital total é utilizado): faturamento / ativo total
  • produtividade da mão de obra: faturamento / número de empregados
  • participação no mercado: faturamento do grupo de bancos / faturamento total de todos os bancos

É possível elaborar diversos indicadores patrimoniais. Um passo preliminar seria examinar a evolução real das operações de crédito e de arrendamento mercantil, além dos depósitos totais, por agência bancária.

Outros indicadores patrimoniais são as seguintes relações:

  • característica “aplicadora” ou “captadora”: operações de crédito e de arrendamento mercantil / [depósitos totais + obrigações por empréstimos e repasses]
  • atuação “emprestadora”: operações de crédito e de arrendamento mercantil / ativo total
  • atuação “carregadora”: títulos e valores mobiliários / ativo total
  • atuação “interbancária”: aplicações interfinanceiras de liquidez / ativo total
  • qualidade do crédito: operações de crédito de liquidação duvidosa / operações de crédito e de arrendamento mercantil
  • cobertura da inadimplência: provisões para créditos de liquidação duvidosa / operações de crédito de liquidação duvidosa
  • relação capital/trabalho: imobilizados de uso e de arrendamentos / número de empregados
  • número de empregados / agência bancária
  • índice de liquidez corrente (medida inversamente proporcional ao risco de insolvência): ativo circulante / passivo circulante
  • holding (representa a estrutura societária-administrativa escolhida pela empresa): investimento (inclusive participações em coligadas e controladas) / ativo permanente
  • ativo permanente [investimentos + imobilizados de uso e de arrendamento] / patrimônio líquido [capital + reservas]
  • endividamento geral (medida direta do risco de insolvência e indireta da alavancagem potencial do lucro): exigível total [passivo circulante e exigível a longo prazo] / ativo total
  • relação investimento/produto (representa o nível de fluxo de acréscimo de capital às operações): variação do ativo total / proxy do faturamento

As variáveis sugeridas acima foram escolhidas dentre os indicadores que poderiam ser calculados a partir dos dados de balanços publicados pelos bancos.

Sua classificação em grupos de desempenho e patrimoniais obedece ao seguinte critério:

  • desempenho inclui tudo aquilo que reflete resultados de decisões e/ou políticas adotadas pelos bancos na utilização de seus recursos;
  • patrimoniais são indicadores de condutas adotadas quanto à utilização mais ou menos intensiva de mão de obra, recursos de terceiros, investimentos em participações em coligadas e controladas, etc..

Cabem classificações por grupos de bancos e por regiões.

Fontes de Informações sobre Bancos:

Banco Central do Brasil: Estatísticas sobre o Sistema Financeiro Nacional

Banco Central do Brasil: Relatório de Estabilidade Financeira

Banco Central do Brasil: Relatório de Economia Bancária e Crédito

Banco Central do Brasil: Sistema de Pagamentos Brasileiro

Banco Central do Brasil: Inclusão Financeira

Banco Central do Brasil: 50 Maiores Bancos e Consolidado do Sistema Financeiro Nacional

Banco do Brasil: Relações com Investidores

Caixa: Balanços e Demonstrativos

Itaú: Relações com Investidores

Bradesco: Relações com Investidores

Santander: Relações com Investidores

BNDES: Estatísticas Operacionais do BNDES

BNDES: Estudos e Publicações

http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/bndes/bndes_pt/Institucional/BNDES_Transparente/index.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s