Tutorial da Aba Visual do Gapminder (elaborado por Carolina Mendonça)

familias-no-mundo-gapminder

Outra aluna minha no IE-UNICAMP, Carolina Mendonça, compartilha generosamente com os leitores deste modesto blog pessoal parte do conhecimento adquirido no meu curso que se encerrou hoje. Ela fez um tutorial sobre outra parte do Gapminder, que complementa o tutorial postado antes. Reproduzo-o abaixo.

“Análises econômicas, teses sobre o mundo contemporâneo, opiniões sobre desenvolvimento, com a atual disponibilidade de informações, ficam no mínimo restritas se não levam em conta os dados estatísticos coletados sobre a realidade. Felizmente, o desenvolvimento da tecnologia e das instituições públicas e de pesquisa vêm ampliando a quantidade de informações às quais podemos ter acesso.

É claro que os dados não dizem nada por si só, precisam ser embasados em teorias e explicações conceituais. O objetivo da aprendizagem de Métodos de Análise Econômica 2016 é que a teoria e os dados se complementem na tentativa de explicação da realidade, aproximando-nos cada vez mais do conhecimento analítico desta.

O curso de Métodos de Análise Econômica V permitiu que conhecessemos inúmeras fontes de dados confiáveis sobre diversos aspectos da economia nacional e mundial e indicadores do desenvolvimento socioeconômico. Algumas fontes de informações, como a do site do Banco Central do Brasil, eu já havia tido contato, mas não conhecia nem metade de sua real potencialidade. De outras eu nunca tinha ouvido falar, como é o caso do Gapminder World Guide: Visite o Site, Baixe e Use o Programa, que será apresentado a seguir.

PROJETO IGNORÂNCIA

A Fundação Gapminder nasceu em Estocolmo como fruto do trabalho do Professor Hans Rosling. É uma fundação sem fins lucrativos que busca divulgar gratuitamente informações, baseada em dados e estatísticas oficiais, sobre o mundo. Seu financiamento é por meio de doações. A idéia é divulgar os dados de uma maneira atrativa e simples, para que todos possam compreendê-la. Por isso, fazem bastante uso da ferramenta de vídeo, com diversas palestras TED e vídeos curtos disponibilizados no site (https://www.gapminder.org/videos/).

A Fundação faz também um importante trabalho pressionando instituições públicas e institutos de pesquisas nacionais e internacionais para que tornem público o acesso aos seus dados. Todos os dados mundiais reunidos pela fundação podem ser acessados, gratuitamente, no site https://www.gapminder.org/. Infelizmente, boa parte das ferramentas está disponibilizada apenas na língua inglesa.

gap-1

O Projeto Ignorância se constitui de pesquisas em conhecimentos gerais que buscam comprovar o nível de ignorância, inclusive da população letrada e da casta de sábios-universitários, sobre determinados assuntos. Se o nível de ignorância for alto em um assunto específico, a Fundação irá se debruçar mais sobre este, disponibilizando vídeos, tabelas e gráficos interativos, buscando sanar tal desconhecimento.

A primeira pesquisa foi realizada na Karolinska Institute, onde Hans Rosling dava aula. O teste Chimpanzé, como ficou conhecido, foi aplicado por ele em alguns universitários. O resultado foi terrível, pois os alunos responderam pior do que se respondessem aleatoriamente, como seria o caso de um chimpanzé. O que significa que alguma coisa, talvez um preconceito ou viés, fez com que os alunos respondessem pior do que caso eles “chutassem” aleatoriamente!

Via o Projeto Ignorância se comprovou que, em determinados assuntos, a população alfabetiza, inclusive os universitários, os professores e os representantes da mídia, não tem informações atualizadas sobre o mundo. Estas estão acessíveis no site da Gapminder, além das informações sobre os questionários utilizados e os resultados das pesquisas nos Estados Unidos, na Suécia, na África do Sul, na Noruega e na Alemanha (https://www.gapminder.org/ignorance/).

DOLLAR STREET

gap-2

O Projeto Dollar Street reúne fotografias de famílias ao redor do mundo, a partir da renda, respeitando a porcentagem da população mundial. A ideia é utilizar as fotografias para ter uma noção socioeconômica do mundo mais completa. Dessa forma o cotidiano das famílias do mundo pode ser analisado em relação a outras de mesma renda em outros países. Assim, o retrato da situação socioeconômica do mundo não fica restrita a médias de indicadores, de países ou mesmo mundiais, ou a preconceitos. Ainda são poucas casas que foram retratadas, mas o efeito é sensacional!

Para utilizar a ferramenta, é preciso entrar no site do Gapminder e entrar na aba do Dollar Street, ou clique direto no link: https://www.gapminder.org/dollar-street/matrix?thing=Families&countries=World&regions=World&zoom=4&row=1&lowIncome=26&highIncome=15000.

gap-4

A rua, indicada pela seta azul acima, tem uma casa para cada família que foi retratada no projeto. As casas são ordenadas pela renda, as da esquerda as mais pobres, e assim gradativamente até as da direita, mais ricas. As famílias escolhidas são representativas da distribuição de renda e da distribuição entre os países. Fica clara a concentração de famílias na região central, com renda média.

As fotos pertencem às famílias das casas em cinza escuro, a foto da esquerda à casa mais à esquerda na rua, a primeira casa, a mais pobre, e assim por diante, como indicado pelas setas menores azuis.

Ao longo da página, descendo a barra lateral, aparecem outras fotos de outras partes do mundo. A foto mais à esquerda sempre representa a casa em cinza escuro na lateral esquerda, a foto à esquerda central corresponde a casa cinza esquerda central, e assim por diante. Ao deixar o mouse em cima da foto, mas sem clicar, a casa à qual pertence aquela foto torna-se colorida, de acordo com o continente:

  • África é sinalizada em azul,
  • Ásia em cor-de-rosa,
  • Europa em amarelo, e
  • as Américas em verde.

No canto inferior esquerdo das fotos (com cifrão) está indicada a renda mensal da família em dólares, embaixo, o país de origem. Ao clicar em alguma foto esta se amplia, aparece o nome da família e um pouco de sua história, e ficam disponíveis todas as fotos tiradas desta família, ou fotos de outras famílias do mesmo país. Aparece também um mapa mundial, e fica sinalizado o país e o continente daquela família.

gap-6

 

O resultado examinado, inicialmente, foi o de fotos de todas as famílias retratadas do mundo por nível de renda. Mas podemos mudar os parâmetros. Cada família foi abordada por um fotógrafo do projeto que tirou fotos da família, da casa e de 135 objetos da família, entre eles:

  • animais de estimação,
  • escovas de dente,
  • os itens mais amados, ou
  • os itens que a família sonha em ter.

Ao clicar em qualquer um destes tópicos aparecerão as fotos na tela, da mesma forma, ordenadas pelo nível da renda. Segue o exemplo abaixo quando se seleciona foto das casas.

gap-5

Além de mudar o objeto das fotografias, podemos mudar a que parte do mundo pertencem. Neste caso basta clicar em Mundo, como sinalizado pela seta azul abaixo, e selecionar o continente, o país, ou o grupo de países dos quais deseja ver as fotos, clicando no nome dos mesmos.

gap-7

 

Por fim, também é possível alterar a faixa de renda das famílias que serão representadas. Para tanto, deve-se clicar e “arrastar” as barras que ficam à esquerda e à direta da rua, sinalizadas abaixo pelas setas azuis.

gap-8

No último exemplo, temos fotografias das portas da frente das casas, selecionadas com uma renda mensal entre $ 349 – $ 500, apenas da Ásia.

gap-9

Quando se observa os níveis de renda próximos, mesmo que entre países diferentes, as fotografias tendem a mostrar itens bem similares. O projeto Dollar Street apresenta uma nova visão sobre as condições socioeconômicas mundiais, sobre desigualdade, mas também sobre as semelhanças. E o faz amparado em dados, utilizando a fotografia como uma forma de recolher e transmitir informação.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s