Inovações no Ensino

Wow Room” é a primeira sala de aula digital de grandes proporções da Europa. Nela, existem 48 monitores que em um tapete digital de 45 metros quadrados em forma de “U“, que permite a interação com até 60 alunos simultaneamente.

A experiência de aprendizagem na escola de negócios espanhola IE Business School, eleita como o melhor curso de MBA on-line do mundo pelo Financial Times, acontece por meio de:

  1. inteligência artificial,
  2. simulações em tempo real,
  3. análises de “big data“,
  4. robôs interativos,
  5. sistemas de reconhecimento emocional, e
  6. presença de especialistas via hologramas.

O professor consegue interagir como se estivesse em uma sala de aula normal. Olhar o futuro significa investir em inovações tecnológicas como essa. Uma das apostas da escola é crescer no ensino on-line e/ou EAD (Ensino à Distância).

Mais do que incorporar novas tecnologias, se quiserem olhar para a frente, as escolas precisam:

  1. se afastar do conhecimento teórico [isto no caso de cursos de Gestão baseados em “banco de boas práticas” sem fundamentos teóricos] e
  2. focar cada vez mais no treino de comportamentos mentais e competências interpessoais.

Não se pode prever com certeza como será o trabalho daqui a vinte anos, porque as coisas vão mudar, mas já se sabe da necessidade de ensinarmos aos alunos a habilidade de:

  1. pensar criticamente,
  2. resolver problemas complexos, e
  3. se comunicar de forma convincente para que eles possam influenciar os outros.

Nos próximos dez anos acontecerão mais mudanças do que nos últimos cem. É certo que a inteligência artificial vai avançar e transformar o mercado de trabalho, quase 80% dos empregos que existirão em 2025 ainda não foram criados.

Por conta disso, o melhor é ensinar os alunos a:

  1. serem essencialmente humanos e
  2. terem uma visão holística do mundo.

Holismo é a abordagem científica que dá prioridade ao entendimento global dos fenômenos, descartando o procedimento analítico em que seus componentes são analisados ou tomados isoladamente. Contempla também a doutrina médica ou o pensamento psicológico que analisa os fenômenos que ocorrem com o ser humano como um todo indivisível, que não pode ser explicado pelas suas partes.

Sistemas Complexos, compostos de muitas partes interligadas ou que interagem, são muito difíceis de ser transformados em equações matemáticas. Logo, o que as equações são para Física, as redes de interconexões são para o estudo de Sistemas Complexos.

Sistema Complexo, submetido a uma visão holística, revela comportamento que não pode ser previsto só pela observação apenas de seus componentes, pois emerge das regras de interações.

Portanto, redes são representações ideais de Sistemas Complexos e  os nódulos na rede são as ligações dadas pelas interações entre as partes do sistema. Em uma rede ordenada, para se transformar Complexidade em Simplicidade, deve-se:

  1. focalizar o nódulo-chave,
  2. olhar um grau, dois graus, três graus além deste nódulo,
  3. eliminar partes do diagrama que estão fora dessa esfera de influência.

Os estudantes precisam desenvolver competências mentais que serão relevantes face a qualquer coisa que acontecer no futuro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s