Manifesto do Projeto Brasil Nação

Manifesto da Casta dos GuerreirosOrdem do Dia do Exército Brasileiro – 19 de abril de 2017

Manifesto da Casta dos Sábios:

O movimento Projeto Brasil Nação nasceu da preocupação de um grupo de brasileiros com o que está acontecendo com o Brasil. Hoje, ao invés de uma nação coesa buscando a democracia e a justiça social, como éramos nos anos 1980, somos uma sociedade dividida, na qual um governo nascido de um golpe parlamentar tenta impor ao povo brasileiro uma política liberal radical. Desde 1980, ao invés de uma economia que cresce fortemente, a uma taxa superior a 4% ao ano, somos uma economia semiestagnada, crescendo menos de 1%.

Estamos, portanto, diante de uma crise econômica de longo prazo, que foi agravada pela descoberta de um amplo esquema de corrupção envolvendo empresas, políticos, lobistas e funcionários de empresas estatais. Essa crise moral e política que abriu espaço para um liberalismo radical moralista, de direita, como eu nunca havia visto antes. Uma verdadeira luta de classes de cima para baixo. Dada esse diagnóstico geral, realizamos uma série de reuniões para redigir o manifesto que agora estamos tornando público.

O manifesto visa lançar o movimento Projeto Brasil Nação – três substantivos unidos que dizem bem o que queremos: um Brasil que volte a ser uma nação e tenha um projeto de desenvolvimento econômico, político, social e ambiental. A última vez que a nação brasileira foi forte e soberana foi nos anos 1980, quando nos unimos para realizar a transição democrática e aprovar uma bela Constituição. Os cinco pontos do manifesto apontam o caminho econômico. Será também necessário encontrar o caminho político, mas para que ele seja encontrado no quadro da democracia é preciso que saibamos o que o governo deve fazer na área econômica.

O manifesto está copiado abaixo. Para assiná-lo, entre no site do Luiz Carlos Bresser Pereira, onde o manifesto está reproduzido e há uma forma de assiná-lo de forma a seu nome ir imediatamente para a lista dos apoiadores.

www.bresserpereira.org.br/  

Continue reading “Manifesto do Projeto Brasil Nação”

Estratégia para Contratação de Câmbio para Exportação

José de Castro (Valor, 10/04/17) informa que os fluxos de exportação da safra agrícola recorde do Brasil deste ano devem representar um importante ponto de suporte ao câmbio ao longo de abril e possivelmente dos próximos meses, a despeito de pressões vindas de temas políticos e fiscais. Mesmo períodos de alta pontual do dólar já vão servir de estímulo para que exportadores vendam mais moeda, o que exercerá mais pressão de baixa sobre a cotação da moeda americana.

Abril é tradicionalmente um mês de crescimento da contratação de câmbio para exportação. Mas, neste ano, a expectativa dos analistas é que o aumento seja ainda maior. Números do Banco Central mostram que, entre 2006 e 2016, a contratação de câmbio para exportação nos meses de abril cresceu, em média, 26% sobre a média do primeiro trimestre. Na mesma base de comparação, as operações de Adiamento sobre Contrato de Câmbio (ACC) — linha de financiamento para produção das mercadorias — aumentam 22%. E as operações de Pagamento Antecipado (PA) – quando o produtor recebe antecipadamente do importador os valores da exportação – saltam 51%.

No caso da exportação de soja, por exemplo, abril é o mês que mais concentra as vendas externas. Dados da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) mostram que, desde 2013, o mês responde pela maior parcela das exportações de soja em grão. Em 2016, a participação de abril foi de 21% das exportações de todo o ano, o equivalente a US$ 5,74 bilhões.

Continue reading “Estratégia para Contratação de Câmbio para Exportação”

Encolhimento do Fluxo Comercial do Brasil

Assis Moreira (Valor, 13/04/17) informa que o comércio exterior do Brasil encolheu US$ 188 bilhões em quatro anos, calculado em dólar, como resultado do preço menor das matérias-primas e forte recessão no país, conforme dados da OMC.

As importações caíram US$ 107 bilhões em quatro anos, passando de US$ 250 bilhões em 2013 para US$ 143 bilhões no ano passado. As exportações caíram US$ 57 bilhões, de US$ 242 bilhões para US$ 185 bilhões. A balança de serviços caiu US$ 24 bilhões no período.

Entre os grandes emergentes com maior volume de comércio, a Rússia perdeu US$ 394 bilhões nas trocas com o resto do mundo no período; a Índia, US$ 155 bilhões; e o México, US$ 13 bilhões.

Continue reading “Encolhimento do Fluxo Comercial do Brasil”