O Mito da Petrobras Quebrada

Cláudio Oliveira é economista aposentado da Petrobras e Felipe Coutinho é engenheiro químico e presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobras (AEPET). Ambos escreveram um artigo esclarecedor sobre a atual situação da PetrobrasO mito da Petrobras quebrada.

Quero crer que, no bicentenário da Independência do Brasil em 2022, ou seja, daqui a meia-década, a atual depuração do sistema de financiamento corrupto das eleições de políticos profissionais já tenha sido superada. Uma nova fase da democracia se instalará no Brasil.

Em simultâneo, um superávit estrutural do balanço de transações correntes, produzido principalmente por exportações de petróleo, poderá propiciar a estabilização da taxa de câmbio e, consequentemente, da taxa de inflação.

Controlando as maiores fontes de instabilidade econômica, um Fundo Soberano de Riqueza poderá financiar Educação (75%) e Saúde (25%). Enfim, retomaremos o Projeto Social-Desenvolvimentista em outras bases de suporte político e econômico, propiciando um desenvolvimento sustentável com inclusão social.

Os investimentos no pré-sal foram feitos a partir de 2010 (vide tabela 1). A maturação dos projetos na área de petróleo levam dez anos. Logo, é de se esperar que, a partir de 2020, o retorno dos investimentos comece a aparecer. O quadro de Usos e Fontes do PNG 2017/2021 mostra isto:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s