Três Modos de Identificar uma Estatística Ruim

Mona Chalabi fez uma Palestra TED sobre estatísticas. Quando o assunto é números, principalmente agora, seja cético. Mas você precisa saber diferenciar números confiáveis de números não confiáveis.

Então Chalabi dá ferramentas para fazer isso. Mas antes disso, quer esclarecer sobre quais números está falando. Hoje, as pessoas questionam estatísticas como: “A taxa de desemprego nos EUA é de 5%”. Este dado é diferente porque ele não vem de uma empresa privada, mas sim do governo.

Cerca de quatro entre dez americanos não confia nos dados econômicos fornecidos pelo governo. Entre os apoiadores do presidente Trump, esse número é ainda maior: cerca de sete entre dez. Temos muitas linhas divisórias em nossa sociedade hoje, e muitas delas começam a fazer sentido, quando se entende o relacionamento das pessoas com os números do governo.

Por um lado, há aqueles que dizem que as estatísticas são cruciais. Precisamos delas para entender a sociedade como um todo, a fim de deixar de lado questões emocionais e medir o progresso de forma objetiva. Há outros céticos incultos que dizem que as estatísticas são elitistas, talvez até manipuladas. Para eles, elas não fazem sentido e realmente não mostram o que está acontecendo no dia a dia das pessoas.

Parece que este último grupo do “pós-verdade” está vencendo a discussão. Vivemos em “um mundo de fatos alternativos”, onde não há um consenso sobre as estatísticas serem um ponto de partida para os debates. Isso é um problema. Continue reading “Três Modos de Identificar uma Estatística Ruim”