Letargia do Governo Golpista no seu Estertor

Letargia é um estado de inconsciência, onde a pessoa aparenta estar em sono profundo e perde totalmente a capacidade de responder aos estímulos externos. A letargia também pode ser considerada uma psicopatologia, onde o indivíduo apresenta períodos variados de total inconsciência.

Em alguns casos o indivíduo pode permanecer consciente de tudo o que se passa ao seu redor, mas encontrando-se totalmente impossibilitado de reagir aos estímulos externos. Neste caso, dá-se o nome de letargia lúcida e costuma ser provocada em pessoas que sofreram com um intenso estresse emocional, por exemplo, com duas denúncias de corrupção e organização criminosa.

Uma das principais causas que pode levar ao estado de letargia brasileiro são “as infecções graves que afetam alguns pontos do sistema nervoso” tal como ocorre com o “quadrilhão do PMDB e asseclas” sitiado no bunker do Palácio do Planalto.

No sentido figurado da palavra, letargia também pode representar o estado de desânimo ou preguiça extrema de alguém. Alguns dos principais sinônimos de letargia são: adormecimento, entorpecimento, prostração, inércia. Presenciaremos até 2019 os últimos suspiros de um governo moribundo? Seu estertor será tão longo?

Claudia Safatle (Valor, 06/10/17) informa que o governo golpista definiu que pouco se importa com o BNDES, para o próximo ano, o prioritário agora é impedir o impeachment de Temer pela “regra de ouro”. É apenas isto que fundamenta a discussão sobre a antecipação dos pagamentos do banco ao Tesouro Nacional: evitar o estado terminal do governo mais impopular após a ditadura militar.

Em consequência, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social será, neste fim-de-linha para os golpistas, bem menor do que foi na Era Social-Desenvolvimentista. Os golpistas iludem ao dizer que “ele vai operar com políticas horizontais e concentrar os financiamentos em obras de infraestrutura, em médias, pequenas e micro empresas geradoras de emprego, em pesquisa, inovação e projetos ambientalmente sustentáveis”. Ora, ele, assim como o resto do governo golpista, ficará como um morto-vivo esperando 2019! Continue reading “Letargia do Governo Golpista no seu Estertor”

Capa para Acobertamento do Golpe do TCU

Ribamar Oliveira e Murillo Camarotto (Valor, 02/10/17) informa que a área técnica do Tribunal de Contas da União (TCU) concluiu uma investigação que foi aberta em maio de 2015 para verificar a regularidade dos empréstimos do Tesouro aos bancos estatais federais, mediante a emissão direta de títulos públicos. Em seu parecer, que ainda é mantido em sigilo, os auditores do TCU afirmam que as operações foram irregulares, pois contrariaram dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), segundo fontes credenciadas do tribunal de contas ouvidas pelo Valor. Sigilo?!

O parecer foi encaminhado ao ministro Aroldo Cedraz de Oliveira, relator do processo no TCU. Somente depois que Cedraz emitir seu parecer é que o plenário do Tribunal decidirá sobre a questão.

[Fernando Nogueira da Costa: O TCU não pertence ao Poder Judiciário, é apenas um braço do Poder Legislativo, aparelhado por apadrinhamento político dos parlamentares, que se prestou a dar um golpe na democracia brasileira no ano passado. Não conseguirá esconder essa mácula perante a História do Brasil.]

Na emissão direta, o Tesouro coloca os títulos na carteira da instituição financeira federal, ou seja, o papel não é adquirido pelo banco no mercado. Ao todo, o Tesouro emitiu diretamente R$ 462,1 bilhões aos bancos públicos, a quase totalidade para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Foram feitas emissões também para Caixa e Banco do Brasil. Continue reading “Capa para Acobertamento do Golpe do TCU”