Filme Extraordinário e Belíssimo: Loving Vincent

Assisti, ontem à noite, um filme extraordinário. Pela inovação estética, eu o coloco ao lado do filme chinês Eu não sou Madame Bovary  como um dos (poucos) filmes que me impressionaram, emocionalmente, no período recente.  É uma animação realizada a partir de pinturas sobre filmagem! Os quadros de Van Gogh ganham vida, isto é, movimentação!

“Loving Vincent” reúne cerca de 65 mil pinturas inspiradas no mestre holandês. A história se baseia nas centenas de cartas escritas por Van Gogh ao seu irmão Theo e retrata o último ano de vida do pintor, os problemas psíquicos seguidos de seu suicídio.

Download do filmeTorrent de Loving Vincent

Legenda:  Legenda de Loving Vincent

Pouca gente sabe, mas a música Vincent (Starry, Starry Night), escrita por Don McLean nos anos 70, que é tocada no fim do filme, é um atributo a Vincent Van Gogh. O título da canção refere-se ao quadro “Starry Night” (Noite Estrelada), uma das mais famosas pinturas do artista holandês, e descreve diferentes quadros do pintor. O compositor escreveu a letra após a leitura da biografia de Van Gogh.

Na tela, Van Gogh retratou a vista que tinha à noite da janela de seu quarto, durante seu confinamento no Hospital Psiquiátrico Saint-Paul de Mausolée Asylun. Ao contrário de muitas outras de suas obras, “Noite Estrelada” foi pintada de memória, durante o dia.

Starry Night” serviu de inspiração para Don McLean compor a canção que homenageia Vincent Van Gogh.

Vincent Van Gogh (1853-1890) é considerado o maior pintor holandês depois de Rembrant, e um dos maiores pintores do Movimento Pós-Impressionista, apesar de só ter obtido o verdadeiro reconhecimento após sua morte, 10 anos depois somente.

Sua carreira foi curta e atribulada, de 1881 a 1890, antes de ser acometido pela doença mental (provavelmente transtorno bipolar) que o levou ao suicídio. (hoje já questionado).

Assista ao vídeo acima da música “Vincent” e sua tradução, tendo ao fundo as telas pintadas por Van Gogh. Don Mclean fez uma linda homenagem, à altura da sensibilidade de Van Gogh.

Leia a letra em inglês e, depois, a tradução:

Vincent

Starry starry night,

paint your palette blue and grey

Look out on a summers day

with eyes that know the darkness in my soul

Shadows on the hills

sketch the trees and the daffodills

Catch the breeze and the winter chills

in colors on the snowy linen land

 

Now I understand

What you tried to say to me

And how you suffered for your sanity

And how you tried to set them free

They would not listen

They did not know how

Perhaps they’ll listen now

 

Starry Starry Night,

Flaming flowers that brightly blaze

Swirling clouds in violet haze

reflect in Vincents eyes of china blue.

Colors changing hue.

Morning fields of amber grain,

Weathered faces lined in pain

are soothed beneath the artists loving hand

 

Now i understand

What you tried to say to me

and how you suffered for your sanity

and how you tried to set them free

They would not listen

They did not know how

Perhaps they’ll listen now.

 

For they could not love you,

but still your love was true

and when no hope was left in sight

on that Starry,Starry night

you took your life as lovers often do.

But I could’ve told you Vincent,

this world was never meant for one as beautiful as you

 

Starry, Starry Night,

Portraits hung in empty halls.

Frameless heads on nameless walls,

with eyes that watch the world and cant forget.

Like the strangers that you’ve met.

The ragged men in ragged clothes.

The silver thorn of bloody rose

lie crushed and broken on the virgin snow

 

Now I think I know

what you tried to say to me

And how you suffered for your sanity

And how you tried to set them free

They would not listen.

They’re not listening still

perhaps they never will.

Vincent (tradução)

Noite estrelada

Pinte suas cores de azul e cinza

Olhe os dias de verão

Com olhos que conhecem a escuridão da minha alma

Sombras nas colinas

Desenhe as árvores e os narcisos

Sinta a brisa e os arrepios de inverno

Em cores na terra de neve

 

Agora eu entendo

O que você tentou me dizer

E como você sofreu por sua sanidade

E como você tentou os libertar

Eles não queriam ouvir

Eles não sabiam como

Talvez eles te ouçam agora

 

Noite estrelada, estrelada

Flores em fogo com chamas brilhantes

Nuvens que giram em uma roxa neblina

Refletem nos olhos azuis de Vincent

Cores mudando de tom

Campos matutinos de grãos âmbar

Rostos cansados com dor

São acalmados pelas mãos afetuosas do artista

 

Agora eu entendo

O que você tentou me dizer

E como você sofreu por sua sanidade

E como você tentou os libertar

Eles não queriam ouvir

Eles não sabiam como

Talvez eles te ouçam agora

 

Porque eles não podiam te amar

Mas mesmo assim seu amor era verdadeiro

E quando não havia mais esperança

Naquela noite estrelada

Você tirou sua própria vida,

Como amantes geralmente fazem

Mas eu poderia ter te falado, Vincent,

Esse mundo não foi feito para alguém tão bonito quanto você

 

Noite estrelada, estrelada

Retratos pendurados em paredes vazias

Cabeças sem porta-retratos em paredes sem nomes

Com olhos que observam o mundo e não esquecem

Como os estranhos que você conheceu

Os homens acabados, com roupas rasgadas

O espinho prateado de rosas sangrentas

Está esmagado e quebrado, na neve virgem

 

Agora eu acho que sei

O que você tentou me dizer

E como você sofreu por sua sanidade

E como você tentou os libertar

Eles não queriam ouvir

Ainda não estão ouvindo

Talvez nunca ouvirão

3 thoughts on “Filme Extraordinário e Belíssimo: Loving Vincent

  1. Muito bom o filme.Gostei demais

    El 14/01/2018 17:36, “Cidadania & Cultura” escribió:

    > Fernando Nogueira da Costa posted: ” Assisti, ontem à noite, um filme > extraordinário. Pela inovação estética, eu o coloco ao lado do filme > chinês Eu não sou Madame Bovary como um dos (poucos) filmes que me > impressionaram, emocionalmente, no período recente. É uma animação > realizada” >

  2. A experiência sensorial com este filme é absurda. Eu fiquei tocada e emocionada quando o vi. Eu adorei este filme. Outro filme que conta a história do Van Gogh tão bem é Pintando com Palavras, com o Cumberbatch. Por falar nele, quero muito assistir ao seu novo trabalho, Brexit. Eu adoro ver filmes políticos são muito interessantes porque abordam fatos reais e nos fazem compreender melhor tudo o que está se passando. É sempre muito curioso ver este tipo de coisa. Eu estou ansiosa para ver o filme do Brexit, ainda mais por que conta com benedict cumberbatch filmes e programas de tv que sempre atua tão bem e nos faz querer ver tudo em que ele participa. Parece ser um filme que supera todas expectativas, com certeza, somente por ver o trailer. Mal posso esperar a estreia nno mes que vem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s