Download Gratuito de Livros Eletrônicos e Aquisição de Impresso

Baixe os livros em pdf na aba acima Obras (Quase) Completas ou clique abaixo.

Fernando Nogueira da Costa – Cartilha de Finanças Pessoais – 2019

Fernando Nogueira da Costa – Crônicas Econômicas: debater, bater rebater e combater

Fernando Nogueira da Costa – Pensar o Brasil no século XXI

Fernando Nogueira da Costa – Complexidade Brasileira: Abordagem Multidisciplinar

Fernando Nogueira da Costa – Métodos de Análise Econômica

Fernando Nogueira da Costa – Ensino de Economia na Escola de Campinas – Memórias

4 thoughts on “Download Gratuito de Livros Eletrônicos e Aquisição de Impresso

  1. Professor Fernando, há algum texto do senhor que trate mais detalhadamente das modalidades de títulos públicos?

    Ou me recomendaria algum material para estuda-los?

    Confesso que me perco com tantos tipos e prazos (visualizando diretamente pelo site do T Direto). Gostaria de começar a juntar um pouco nessa categoria de investimentos.

    desde já, agradeço!!

    Sua Cartilha de Finanças é meu livro de cabeceira. Belo trabalho vem fazendo nessas coletâneas. Muito obrigado!!

    • Caro Thiago,
      grato pelo comentário e incentivo.
      Eu recomendaria o próprio site do Tesouro Direto.
      Mas a lógica é simples:

      Prefixado (LTN): quando a tendência de curto prazo é de queda da taxa de juros, porque garante uma taxa hoje maior do que no futuro próximo, mas se a taxa subir, haverá MtM (marcação-a-mercado) e perderá valor de resgate, obrigando ir até o vencimento para não perder.

      Pós-fixado (LFT): quando o viés é de alta dos juros, porque sempre refletirá o juro básico (provavelmente real acima da taxa de inflação), fixado pelo Banco Central, sendo mais seguro.

      NTN-B: mistura os dois em longo prazo, isto é, uma taxa de juro prefixada com um índice de inflação (IPCA), sofre MtM, por isso, é para levar até o vencimento, talvez até a aposentadoria, com um investimento em juro real acima da inflação.

      Só!

      • Caro Professor, muito obrigado pela resposta e pela atenção!

        Fiquei impressionado com a simplicidade. Parece mesmo, a meu ver, que a complexidade desses títulos reside no risco de mercado que o senhor mencionou, nos casos dos pré-fixados!

        Posso aproveitar sua boa vontade e perguntar sobre um tema que não me recordo de ter lido em nenhum de seus textos?

        Seguros! É impressionante como não vejo nada sobre isso, nem nos livros ditos de “auto-ajuda” financeira.

        Agora que tenho família, esposa e filha, fico com receio de partir e não deixar alguma coisa. Vivo exclusivamente de renda do trabalho.

        O que devemos levar em conta ao contratar um seguro de vida? Há riscos na escolha da seguradora? Se puder me dar uma dica de algum texto seu que eu tenha porventura perdido, agradeço!

        Abraço!

      • Prezado Tiago,
        dependendo do valor acumulado, o seguro de vida pode ser substituído pela previdência privada, p.ex., PGBL. Em caso de falência, não passa por inventário e é liberada com um atestado de óbito, apresentado ao gerente, dentro de um mês. No Estado de SP, é isenta de ITCMD, mas não em outros, o que está sob causa judicial.

        Logo, serve para “o planejamento sucessório” se tiver uma boa quantia. Senão, o seguro assegura o valor integral contratado, no caso, superior ao saldo do PGBL.
        att.

Deixe uma Resposta para Thiago Cunha Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s