Para entender Discursos de Ódio

Além de potencialmente psicótico, o jovem moderno, forjado no niilismo, tem uma tendência a demonizar as gerações anteriores, embora ele próprio não tenha lá tanta bagagem intelectual. Ele se radicaliza na história de “o nada ser o fundamento de tudo e, portanto, eu posso criar o que eu quiser em cima do nada, porque tudo é mentira mesmo, tudo é construção social, e você está construindo socialmente no Instagram, no Twitter, e isso pode ganhar eleição”.

E ganhou. O capitão eleito é um recalcado por sua formação militar e expulsão do exército. Daí optou pela carreira política oportunista e corporativista. Desenvolveu ódio pela elite intelectual progressista e adotou o negacionismo científico.

Colhe os frutos de uma geração marcada pelas redes sociais com seus discursos de ódio contra a sociedade (e seus representantes como o PT) e pelo relativismo. Mesmo antes de ser presidente, o político já há algum tempo tinha apoio dos jovens e se comunicar no baixo nível (e baixo calão) da língua idiota dos memes e das frases de efeito de redes sociais.

Psicopatas e sociopatas sofrem de Transtorno de Personalidade Antissocial (TPAS) e a principal diferença entre os dois está no modo como eles desenvolveram a doença.

A psicopatia é considerada uma condição inata do indivíduo, ou seja, a pessoa já nasce psicopata. Por outro lado, a sociopatia é desenvolvida durante a vida, por meio da educação, relações sociais ou traumas.

Apesar de psicopatas e sociopatas possuírem várias características em comum, a origem desse transtorno gera algumas diferenças em suas personalidades.

Pessoas com Transtorno de Personalidade Antissocial (TPAS) podem começar a demonstrar sintomas na infância, mas não é possível diagnosticar a condição até a adolescência ou idade adulta.

Quem tem Transtorno de Personalidade Antissocial costuma mentir, infringir leis, agir impulsivamente e desconsiderar sua própria segurança ou a segurança dos outros. Os sintomas podem (ou não) diminuir com a idade. O tratamento pode incluir psicoterapia e apoio aos familiares afetados.

PsicopataSociopata
Origem da doençaGeralmente a psicopatia é associada à uma condição inata do indivíduo, e alguns estudos sugerem que ela possa ser hereditária.No entanto, alguns ramos da psicologia consideram que o transtorno pode ser adquirido por meio de traumas, principalmente na infância.Na sociopatia, o Transtorno de Personalidade Antissocial é desenvolvido durante a vida da pessoa, sendo associado à educação e contato com a sociedade.
Relações sociaisPsicopatas tendem a ser superficialmente normais em relações sociais. Eles costumam ser educados, ter uma boa carreira e se relacionar bem com as pessoas.Porém, isso diz respeito a aparências, pois psicopatas são incapazes de criar laços, mesmo com familiares.Eles não possuem empatia, apego ou sentimentos de culpa, e por isso costumam ser predadores sociais e altamente manipuladores.Como a sociopatia é adquirida durante a vida, sociopatas podem criar laços com outros indivíduos, e até mesmo se sentirem culpados por machucar pessoas próximas.Porém, eles tendem a ser explosivos e violentos, e por isso sua relação com as pessoas é mais complicada. Sociopatas dificilmente mantém um trabalho.
ImpulsividadeTem um comportamento controlado e calculado.Geralmente são impulsivos e espontâneos.
Empatia e culpaComo eles não sentem empatia ou culpa, psicopatas não se importam em ferir ou se aproveitar dos outros.Como eles podem empatizar com familiares ou amigos próximos, os sociopatas podem se sentir culpados por ferir pessoas próximas.
Comportamento criminalOs psicopatas assumem riscos calculados, como esquema de fraudes e outros crimes premeditados.Tende a minimizar as evidências.Geralmente seus crimes são de natureza espontânea, por isso acabam deixando evidências.
% da população1% da população geral.4% da população geral.

Origem da psicopatia

Acredita-se que a psicopatia seja uma condição inata. Seria originada de uma falha genética que prejudica o desenvolvimento de partes do cérebro relacionadas às emoções, controle de impulsos, empatia e moralidade.

Essa hipótese tem base em diversos escaneamentos cerebrais conduzidos em diferentes partes do mundo. Além disso, um estudo de Minnesota analisando gêmeos criados separadamente chegou à conclusão de que a psicopatia é 60% hereditária.

Porém, alguns psicólogos acreditam que a psicopatia pode ser adquirida por meio de traumas, especialmente durante a infância.

Origem da sociopatia

A sociopatia é relacionada com o ambiente e a educação, mostrando como fatores externos tiveram um papel no desenvolvimento do Transtorno de Personalidade Antissocial. Ou seja, diferente da psicopatia, a sociopatia é adquirida durante a vida.

Semelhanças entre psicopatas e sociopatas

Psicopatas e sociopatas compartilham de várias características em comum. Entre elas estão:

  • Ambos sofrem de Transtorno de Personalidade Antissocial;
  • Demonstram desprezo por regras sociais e comportamento padrão;
  • Não sentem remorso ou culpa.

Leia como contrapartida:

Uma Biografia da Depressão

Christian Dunker Paidós, R$ 46,90

Ao elaborar a história da depressão, o psicanalista e professor da USP trata seu objeto de estudo como uma entidade em si, sujeita a documentos e arquivos que formam sua existência. Ele refaz os passos da depressão a partir de “parentes” como tristeza e melancolia. E opina: “Seu nome é demasiado pequeno para tantas formas e cores”.

Dunker revela como a depressão se tornou personagem decisivo na Idade Moderna (destaca Shakespeare e Molière); lembra quando passou a secundário na psicopatologia do século XIX e como chega à psicanálise do século XX, quando tem reconhecimento. Ao abordar os dias de hoje, o autor avalia como a covid-19 afetou a saúde mental da população.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s