Métodos de Análise Econômica 2016

UnicampUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

Instituto de Economia

CE-542 – MÉTODOS DE ANÁLISE ECONÔMICA V

2º semestre de 2016

Prof. Dr. Fernando Nogueira da Costa

Ementa: Métodos e Instrumentos de análise de conjuntura econômica. Indicadores de instituições nacionais e multilaterais. Conhecimento de fontes de informações e uso de banco de dados. Busca da simplicidade em complexidade de grandes planilhas Excel. Apresentação em PowerPoint ou Prezi dos resultados de pesquisas empíricas: organização conceitual de dados e informações.

Horário: segunda-feira e quarta-feira no mesmo horário (8:00-10:00). Reservada a Sala IE-12.

Bibliografia:

Fernando Nogueira da Costa – Ensino e Pesquisa em Economia

TDIE 261 Economia Interdisciplinar

TDIE 263 Arte da Economia

Fernando Nogueira da Costa – Formação do Economista no Brasil Contemporâneo

Programa:

PARTE I: MÉTODOS E INSTRUMENTOS DE ANÁLISE DE CONJUNTURA ECONÔMICA Continue reading “Métodos de Análise Econômica 2016”

Métodos de Análise Econômica 2015

UnicampUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS
Instituto de Economia

CE-542 – MÉTODOS DE ANÁLISE ECONÔMICA V — 2º semestre de 2015

Prof. Dr. Fernando Nogueira da Costa

Ementa: Métodos e Instrumentos de análise de conjuntura econômica. Indicadores de instituições nacionais e multilaterais.

Horário: segunda-feira e quarta-feira no mesmo horário (8:00-10:00). Reservada a Sala IE-12?

Programa:

Bibliografia Básica:

COSTA, Fernando Nogueira da. Ensino e Pesquisa em Economia – Métodos de Análise Econômica. Campinas, IE-UNICAMP, 2014. Continue reading “Métodos de Análise Econômica 2015”

Métodos de Partição da Realidade

UnicampObjetivo da Aula: Analisar os métodos de partição da realidade – O Todo – em alguns conceitos e teorias básicos, pela ordem, da Política, da Sociologia e da Psicologia. O objetivo da aula é conhecer as metodologias Ciências Afins à Ciência Econômica com a verificação da possibilidade de reincorporá-las (ou não), ao final, em uma análise multidisciplinar, macrossocial, sistêmica e estruturalmente complexa, com fundamentos em Psicologia Econômico-Comportamental.

Aula 2 – Métodos de Partição da Realidade

Métodos de Análise Econômica 2014

UnicampUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS – Instituto de Economia

CE-542 – MÉTODOS DE ANÁLISE ECONÔMICA V

2º semestre de 2014

Prof. Dr. Fernando Nogueira da Costa

Objetivo: o Ensino de Ciência Econômica, depois de sua depuração, ocorrida ao longo do século XX, afastando-se das Ciências Humanas e Sociais Afins, na vã tentativa de ganhar status científico com seu uso da linguagem matemática das Ciências Exatas, separou-se em Microeconomia e Macroeconomia. A primeira trata das decisões dos agentes econômicos, a segunda, da resultante sistêmica dessas diversas decisões. Porém, hoje, necessita reconstituir-se e transitar da formação de profissionais especialistas para a de generalistas, retomando a metodologia interdisciplinar inicial. Está sendo retomado o caráter multidisciplinar do conhecimento dos primórdios da Economia Política ao se empenhar em conhecer o comportamento humano na tomada de decisões econômicas de comprar, vender ou investir. Áreas distintas da Ciência estão somando esforços e recursos para estruturar a área de pesquisa destinada a cumprir essa tarefa: a Neuroeconomia.

Horário: segunda-feira e quarta-feira no mesmo horário (8:00-10:00) na Sala IE-12.

Programa: Continue reading “Métodos de Análise Econômica 2014”

Avaliação Discente do Curso Métodos de Análise Econômica: Documentários-Pesquisas-Apresentações

Networking

Completada mais uma experiência didática-cinematográfica no Curso de Graduação do IE-UNICAMP – delinear uma alternativa ao ensino tradicional de Economia via livro-texto, usando documentários para obter informações e empatia com os protagonistas e aplicando métodos de análise econômica para fazer apresentações de histórico, estatísticas, diagnóstico e políticas públicas para enfrentar os problemas apresentados nos documentários –, é interessante compartilhar seus resultados com todos os interessados.

O objetivo central do curso Métodos de Análise Econômica era ensinar/aprender a análise das políticas socioeconômicas e formas de intervenção governamental para regulação de economia de mercado. Usamos como método didático, em uma aula, a apresentação de um documentário sobre temática socioeconômica brasileira para referenciar e/ou motivar o debate das políticas públicas para enfrentar os problemas abordados pelo filme. Na aula seguinte, um grupo de alunos apresentava os resultados de suas pesquisas a respeito.

A intuição e a criatividade dos alunos estiveram envolvidos nesse processo através da própria ação grupal de pesquisar dados e informações sobre o problema, dimensionando-o, e analisando se as políticas públicas usadas são as pertinentes. Assim estimulados, os alunos obtiveram a apropriação intelectual do tema apresentado. Através dessa prática didática, houve a elaboração mental cujos resultados estão postados neste blog em Apresentações do Curso de Métodos de Análise Econômica.

Fiquei muito satisfeito também com o resultado desse curso! No primeiro semestre, tinha usado muitos filmes do gênero Drama e/ou Épico Histórico para traçar a história da evolução humana através das Grandes Eras Econômicas. Ler: Avaliação Discente do Curso Economia no Cinema. Desta vez, usei Documentários Brasileiros como motivação para a pesquisa e a elaboração da apresentação (oral e em PowerPoint) por parte de grupos de três alunos a respeito de cada tema apresentado. Visava o treinamento de exposição e debate em público.

Foi muito satisfatório conferir o sucesso da iniciativa, tanto pela avaliação oral, realizada na última aula, quanto pela avaliação escrita dos alunos sobre o curso.

Continue reading “Avaliação Discente do Curso Métodos de Análise Econômica: Documentários-Pesquisas-Apresentações”

Política de Combate à Desigualdade Social

Meus alunos do curso Métodos de Análise Econômica, João Henrique da Fonseca, Leonardo Sangoi de Oliveira Ilha e Pier Francesco de Maria, fizeram uma bela apresentação sobre Riqueza Pessoal (click no link para download). Esclareceram os conceitos, mostraram as estatísticas, avaliaram as políticas de mobilidade social, enfim, fizeram o importante debate político sobre tema tão controverso como o Imposto sobre Grandes Fortunas.

Leia a apresentação e complemente informações acessando os seguintes sites:

1- http://bolsafamilia10anos.mds.gov.br/ (página comemorativa de 10 anos do PBF)

2- http://www.globalrichlist.com (site para medir em que colocação a pessoa está, no mundo, por nível de renda ou riqueza)

3- http://www.youtube.com/watch?v=uWSxzjyMNpU (vídeo acima sobre a desigualdade mundial de riqueza com legenda em português)

4- http://www.politicalcompass.org/test (teste de orientação política)

Política Educacional no Brasil

FIEShttps://www.youtube.com/watch?v=Z1afuFwvKQ0

Meus alunos, Lílian Nogueira Rolim, Marcela Cerávolo Salomão e Rafael Soares Farias, estruturam sua apresentação sobre Política Educacional (click no link), no curso Métodos de Análise Econômica, inicialmente mostrando um Histórico, depois descrevendo os números por nível de escolaridade (Educação Básica e Ensino Superior), finalmente discutindo, particularmente, o Financiamento da Educação Superior (FIES) e o PROUNI, dentro da Política Educacional no Brasil.

No caso desse último tema, o que hoje é um “círculo virtuoso” — troca de sonegação de impostos por vagas ociosas em faculdades particulares e financiamento dos estudantes via FIES — poderá, daqui a alguns anos, se transformar em um “círculo vicioso” via processo cumulativo de inadimplência desse crédito educativo em longo prazo para amortização com juros subsidiados — não só muito abaixo dos juros de mercado, como também abaixo da taxa de inflação. Tornar-se-á, então, uso de dinheiro público de orçamento fiscal “a fundo perdido” em benefício de lucros privados dos acionistas das IES particulares. Mais uma vez, assim como ocorreu no caso do antigo CREDUC, haverá uma privatização dos benefícios, angariados pelos alunos formados nas faculdades privadas, e uma socialização dos custos entre os contribuintes.

ENEM Fonte: FSP, 18/11/13

Confirmando essa hipótese, leia a notícia abaixo sobre como o PROUNI, o FIES e o PRONATEC favorecem o desempenho das Empresas de Ensino com Capital Aberto:

Empresas de Educação

Continue reading “Política Educacional no Brasil”